Ver mais

Exclusivo Empresa promete retorno de até 2% ao dia em cripto e gera suspeitas; BeInCrypto esteve em evento

7 mins
Atualizado por Chris Goldenbaum

O BeInCrypto recebeu questionamentos de uma leitora sobre uma proposta envolvendo criptomoedas no Brasil.

De acordo com Rafaella* (nome fictício), os anúncios de altos rendimentos em pouco tempo começaram há apenas dois meses e estão se espalhando rapidamente. A empresa se chama VERSOBOT. A prática de prometer ganhos irreais é comum em esquemas de pirâmide, o que chamou a atenção de Rafaella.

Ela, que tem grande conhecimento sobre criptoativos, começou a suspeitar da empresa quando foi procurada por um amigo que já estava chamando outros para “ganharem também”.

“Um amigo já tinha caído no canto da sereia, e já estava chamando pessoas para entrarem e me chamou. Achei estranho ele falar que tinha rendimento em Tether de 2% ao dia! Isso não existe. É irreal” conta ela

Isso aconteceu em 28 de março de 2023. Há pouco mais de dois meses. 

“Como ele continuou mandando várias coisas, vídeos de influencers divulgando os lucros, post relacionando o João Apolinário (Polishop) ao negócio, comecei a questioná-lo”, completou.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

O amigo de Rafaela contou que recebeu rendimentos de 2% ao dia, em cima do investimento em Tether. Segundo ele, que os valores poderiam ser sacados toda sexta-feira. Mas, se fossem reinvestidos, os rendimentos seriam ainda maiores. E o detalhe é que o depósito para carteira da VERSOBOT só pode ser feito em Bitcoin. Nenhuma outra criptomoeda é aceita.

“E se pessoas entrassem com o convite dele, ele também teria uma porcentagem sobre os rendimentos desses novos membros. Carinha de pirâmide”, explica a denunciante.

O amigo chegou a investir 0,5 BTC, cerca de US$13 mil na cotação desta segunda-feira, 05 de junho. Ela o alertou sobre o quão incomum eram os valores prometidos e chegou a questionar o contato dele na VERSOBOT.  E ele respondeu que não tem como sacar imediatamente o dinheiro investido por não ter acesso à conta.

A plataforma funciona com um bot que opera a cada 8 horas e uma IA que faz os movimentos de compra e venda automaticamente com a promessa de comprar criptomoedas baratas e vender caro.

Ao pesquisar melhor, a denunciante descobriu o que ela acredita ser um suposto esquema de grandes proporções. A equipe de reportagem do BeInCrypto também passou a investigar a suspeita. Falamos com a Polícia Federal e Ministério Público sobre o caso.

A Versobot não possui um site com Termos e Condições, Diretrizes de Privacidade e dados da empresa. A empresa também não está no LinkedIn. No entanto, nos vídeos de divulgação da empresa, um homem chamado Aldo Toledo, se identifica como um dos principais promotores da Versobot.

O BeInCrypto entrevistou Aldo, para ouvir como ele conseguiria chegar em retornos de investimento tão altos. Leia aqui;

Outras pessoas também foram encontradas promovendo a Versobot nas redes sociais.

Neste vídeo do Tik Tok, uma mulher que diz se chamar Cecília, se autointitula líder de expansão global da Versobot. No vídeo, ela convida todos para participarem “da plataforma de arbitragem com altos ganhos”. 

Cecília afirma ainda que lucrou quase R$ 7 mil em dez dias e faz um convite para que mais pessoas entrem no que ela chama de “sistema”.

Empresa promete lucros incompatíveis com o mercado

A Versobot promete ganhos de até 2% de lucros ao dia, bônus que usa Inteligência Artificial, com 40% do lucro para o investidor. Para participar do programa de qualificação desses bônus, o interessado tem que desembolsar US$ 40/mês em uma assinatura mensal.

Imagens de um grupo de Telegram da Versobot confirmam as promessas. A única atividade do grupo, que possui mais de 80 membros, são o post da imagem abaixo, repostado várias vezes ao dia.

Aldo Toledo é um empresário venezuelano que mantém suas redes sociais recheadas de fotos pelo mundo.

Em alguns posts no Instagram, ele aparece no Brasil, em várias cidades litorâneas como Salvador (BA), Guarujá (SP), Fortaleza (CE).

Fonte: https://aldotoledo75.blogspot.com/2022/02/quien-soy.html

Compartilhar vida de luxo e ganhos aumenta as suspeitas dos mais céticos

Recentemente, o BeInCrypto publicou uma matéria com o advogado Bernardo Regueira Campos, que esteve envolvido na defesa do golpe sofrido por jogadores do Palmeiras. Campos explicou que uma estratégia comum de supostos golpistas é compartilhar uma vida de luxo nas rede, para sugerir a ideia de que os investimentos feitos garantem uma vida que muitos almejam ter.

Em sua página pessoal, Aldo compartilha uma mensagem condizente com essa prática: “Descubra neste site como as pessoas estão mudando de vida com esse negócio de Criptomoeda e como essas empresas alcançaram grandes resultados em pouquíssimo tempo. Com a experiência que venho adquirindo ao longo dos anos, me proponho a te ajudar, a ter um grande crescimento dentro desse mercado que se expande a cada dia. Venha mudar de vida”. No entanto, isso não significa que Aldo tenha coordenado qualquer tipo de operação ilícita ou que tenha qualquer má intenção com a Versobot. Na entrevista citada acima, ele esclarece os questionamentos sob as semelhanças entre o Versobot e um esquema com viés golpista.

O empresário também é autor de livros, como o Manual para prática da Abundância e Manual do Líder – conselhos práticos para o sucesso de metas ambiciosas. Além de ter um canal no YouTube com dicas, onde promete liberdade financeira e lucros garantidos. No seu blog, há testemunhos de pessoas que alcançaram a tão desejada liberdade financeira.

Sócio brasileiro também reitera a legitimidade da Versobot

No vídeo acima, aos 12’05, o brasileiro Davi Silva, diz que estava procurando negócios para investir nos Estados Unidos e foi apresentado por um amigo para Aldo. Silva diz que andou nos jatinhos do dono da Versobot e que foi à casa do venezuelano, afirmando não haver motivo para os investidores se preocuparem.

O BeInCrypto analisou casos em que já se há evidência concretas de que houve golpe, como os casos Rental Coins, One Coin e da Xland, dos jogadores do Palmeiras. Os golpistas criam plataformas que parecem idôneas e usam nomes de pessoas famosas e de empresários conhecidos. Isso gera credibilidade e facilita a conversão de mais pessoas influentes para o esquema.

O que chamou a atenção no caso da Versobot, foi o uso do nome de João Appolinário, dono da Polishop e um dos Sharks mais famosos do reality empresarial o Shark Tank Brasil. Veja o vídeo abaixo. Questionada, a assessoria de João Appolinário não retornou o contato do BeInCrypto.

No vídeo abaixo, Cristiano Cruz diz que trabalha há quase 40 anos com engenharia submarina e há 12 anos trabalha com Appolinário, além de ser amigo do executivo. Ele apresenta outro empresário que fala por mais de uma hora sobre o sucesso de Appolinário, deixando a entender que o dono da Polishop está envolvido.

O apelo envolve reuniões com sessões no zoom como essa: 

ATENÇÃO LIDERANÇA BRASIL E AMERICA LATINA,  DIA 12/04/2023  AS 20hs  VERSOBOT está convidando você para uma reunião Zoom agendada.  Tópico: Sala Pessoal do ‘VERSOBOT’ PRÉ -LANÇAMENTO MUNDIAL  Entrar na reunião Zoom https://us02web.zoom.us/j/4878748378

Versobot tem evento imersivo em São Paulo e BeinCrypto participa

No vídeo acima, Ossamá Sato, magico do SBT faz um chamamento para o lançamento do livro os Segredos da Mente Milionária de T.Harv Eker, no evento imersivo da Versobot que aconteceu neste final de semana. Nós conseguimos acesso com exclusividade ao evento.

Além de Sato, vários outros atores de A Praça É Nossa aparecem em uma campanha no Instagram da Versobot. Eles fazem o convite para a conferência, que usa a PNL (programação neurolinguística), técnica aplicada também para melhorar processos de negociações e vendas.

Procuramos o SBT para saber do envolvimento da emissora no caso. A assessoria de imprensa afirmou que o SBT não tem nenhum conhecimento sobre a Versobot e os atores que aparecem na propaganda não são contratados da emissora de Silvio Santos, apenas prestadores de serviços.

A emissora também prometeu colocar a reportagem do BeInCrypto em contato direto com os atores, no entanto, até o fechamento dessa matéria, nenhum contato com os atores envolvidos foi estabelecido.

Chamado de Millionaire Mind, o encontro presencial aconteceu dias 02,03 e 04 de junho no Expo Transamérica, na capital paulista. Mesmo espaço onde acontecem conferências importantes do mercado financeiro, como a Febraban Tech, que acontece no final do mês no mesmo local. 

E os preços para participar não eram nada convidativos. Os valores das entradas variaram de R$ 997,00 a R$ 6.997,60 e estava lotado.

https://www.mmibrazil.com/

Ao chegar no Milionaire Mind 2023, conversamos com alguns participantes que nos disseram que investiriam na Versobot de olhos fechados. Alguns relataram que receberam o folheto abaixo da equipe da Versobot, presente durante os três dias de imersão.  

material entregue ao Be in Crypto por um participante que recebeu durante o : MILLIONAIRE MIND INTENSIVE 2023

Neste vídeo, que gravamos neste domingo, é possível ver a uma dinâmica imersiva em grupo para treinar a “mente milionária”. Também é possível ver, entre os segundos 4 e 5, folhetos da VERSOBOT ao lado dos participantes, espalhados pelo chão.

Aldo atua desde 2014 com criptomoedas

Não é de hoje que o empresário fala de lucros de criptoativos. Em suas redes sociais, há posts falando sobre lucros exorbitantes com Bitcoin e criptomoedas que datam de 2016. Em uma das publicações ele aparece na capa de uma revista promovendo a One Coin. No entanto, suspeita-se que a capa da publicação seja falsificada.

De acordo com uma reportagem do Portal do Bitcoin, Aldo estaria relacionado com o esquema da OneCoin. A pirâmide financeira da One Coin foi criada pela famosa Rainha das criptomoedas, procurada até hoje pelo serviço de inteligência do governo americano.

A matéria fala em pelo menos oito esquemas de pirâmide com envolvimento de Aldo, antes de criar a Versobot. 

O que diz a Polícia Federal e o Ministério Público

A Polícia Federal recebeu a denúncia sobre a Versobot através do e-mail: [email protected]. Ao ser questionada pela reportagem do BeInCrypto, a PF respondeu:

“A Polícia Federal não comenta possíveis investigações em andamento.”

O Ministério Público de São Paulo afirmou também por e-mail:

“Não localizamos nenhum registro de procedimento em curso no MPF a respeito das atividades da referida empresa”.

Uma cartilha do MPF informa como identificar e se proteger contra o golpe da pirâmide financeira

O BeInCrypto entrou em contato com a Versobot mas até o momento não recebeu nenhuma resposta.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados