Ver mais

Ethereum Name Service (ENS) migrará para L2 para melhorar escalabilidade e reduzir taxas

2 mins
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A ENS Labs apresenta o ENSv2 para migrar o Ethereum Name Service para rede L2.
  • O registro hierárquico do ENSv2 aprimora o gerenciamento do domínio .eth.
  • A migração ocorrerá em fases, garantindo uma transição suave.
  • promo

A ENS Labs, a equipe por trás do protocolo Ethereum Name Service (ENS), anunciou uma importante atualização.

Assim, o ENSv2 tem como objetivo aumentar significativamente a escalabilidade e reduzir os custos de transação, migrando para uma rede de camada 2 (L2).

Pontos críticos da atualização do ENSv2

Desde sua criação em 2017, a ENS simplificou as interações blockchain ao mapear endereços longos do Ethereum para nomes legíveis por humanos, como “Alice.eth”. No entanto, à medida que o Ethereum cresce, também crescem os custos e as limitações.

Assim, para resolver esses problemas, a ENS Labs propõe a migração para uma rede L2. Essa mudança, portanto, promete reduzir as taxas de gás e aumentar a velocidade das transações.

Leia mais: Serviço de Nomes Ethereum (ENS): Tudo o que você precisa saber

O ENSv2 apresenta um novo sistema de registro hierárquico para gerenciar nomes de domínio .eth. Além disso, o fundador da equipe, Nick Johnson, afirma que esse sistema permite que os proprietários de nomes gerenciem subdomínios e configurem resolvedores de forma eficiente.

“O ENSv2 introduzirá um sistema de registro hierárquico para o gerenciamento de nomes .eth. Os titulares de nomes terão acesso a um registro de nomes exclusivo, onde poderão gerenciar subdomínios e configurar resolvedores”, disse Johnson.

A equipe desenvolveu, portanto, uma estrutura para avaliar possíveis redes L2. Os requisitos essenciais incluem compatibilidade com EVM, resistência à censura, descentralização e disponibilidade de código aberto. Outros critérios abrangem a finalidade e as atualizações de estado, segurança, escalabilidade, experiência do desenvolvedor, adoção e personalização.

A ENS Labs está considerando várias tecnologias L2, incluindo a ZK Stack da Matter Labs. O lançamento do EIP4844 tornou as soluções L2 do Ethereum muito mais econômicas e dimensionáveis. Eskender Abebe, chefe de produto e estratégia da ENS Labs, indicou que esse foi um fator determinante importante para a proposta da ENS.

Os benefícios da migração

A migração para a L2 ocorrerá em fases para minimizar a interrupção. As fases iniciais se concentrarão nas alterações do processo de resolução, garantindo uma transição tranquila.

Os usuários terão a flexibilidade de mover seus nomes entre a L2 e a rede principal do Ethereum, o que lhes permitirá escolher o melhor equilíbrio entre custo, segurança e funcionalidade.

Leia mais: Previsão de preços do Ethereum para 2024 / 2025 / 2030

Para apoiar o desenvolvimento e a implantação do ENSv2, a ENS Labs busca financiamento adicional da ENS DAO. A proposta inclui uma solicitação de aumento do orçamento anual de 4 milhões de USDC.

Esse financiamento cobrirá principalmente a contratação de mais desenvolvedores e custos de infraestrutura.

“Esse financiamento é crucial para que a ENS Labs desenvolva e implemente o ENSv2 com sucesso e estenda o .eth para uma rede L2”, disse a equipe da ENS Labs.

Gráfico de 1 dia do Ethereum Name Service
Gráfico de 1 dia do Ethereum Name Service. Fonte: BeInCrypto

Após a notícia, o token ENS subiu 2,2%, sendo negociado a US$ 26,28 no momento em que este artigo foi escrito. A migração para rede L2 pode impulsionar significativamente a posição de mercado do Ethereum Name Service.

Os desenvolvedores se beneficiarão da flexibilidade do novo design de registro, enquanto os usuários desfrutarão de melhor desempenho e custos mais baixos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados