BlackRock supera GBTC da Grayscale e se torna o maior ETF de Bitcoin do mundo

2 mins
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • O iShares Bitcoin Trust (IBIT) da BlackRock ultrapassa o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) como o principal ETF de Bitcoin.
  • A taxa mais alta da Grayscale, de 1,5%, levou a uma saída significativa de investidores, favorecendo o IBIT da BlackRock, com taxa de 0,25%.
  • O total de Bitcoin mantido por ETFs excede 1 milhão de BTC, com os EUA liderando os influxos semanais de US$ 1,03 bilhão.
  • promo

Em uma mudança notável no mercado cripto, o iShares Bitcoin Trust (IBIT) da BlackRock ultrapassou o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) para se tornar o maior fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin do mundo.

Dados recentes da SoSoValue mostram que o IBIT agora detém US$ 19,68 bilhões em Bitcoin (BTC), superando ligeiramente os US$ 19,65 bilhões do GBTC.

Como o GBTC da Grayscale perdeu seu lugar de destaque para o IBIT da BlackRock?

Esse marco, que ocorre 96 dias de trading após a aprovação de ETFs de Bitcoin à vista, marca o início de uma era significativa para produtos cripto-financeiros.

A Grayscale cobrou uma taxa de 1,5% para o ETF GBTC, que é significativamente maior do que a de seu concorrente. Assim, a Grayscale perdeu gradualmente o apelo entre os investidores, pois eles preferiram alternativas como o IBIT da BlackRock.

“A Grayscale detinha 620.000 BTC no momento da conversão (10 de janeiro de 2024), o que representava mais de 3% da oferta circulante, mas se recusou a reduzir a taxa (1,5% contra 0,2% para seus pares), mesmo depois que os investidores retiraram mais de 330.000 BTC. Lá se vai a estratégia ‘diferenciada'”, disse a HODL15Capital.

IBIT da BlackRock vs GBTC em escala de cinza
IBIT da BlackRock vs GBTC em escala de cinza. Fonte: SoSoValue

ETF de Bitcoin da BlackRock atrai interesse institucional

Consequentemente, a conquista da BlackRock destaca o crescente interesse institucional no Bitcoin e a dinâmica competitiva dentro do mercado de ETF.

Enquanto isso, o GBTC experimentou sua maior saída em um único dia em 18 dias de trading, totalizando US$ 105 milhões. No entanto, essa redução contrasta com a tendência positiva geral no setor de ETF de Bitcoin, que registrou uma entrada líquida de US$ 45,14 milhões em 28 de maio de 2024. Isso estende uma sequência de 11 dias de entradas líquidas em 11 ETFs de Bitcoin dos EUA.

Além disso, a BlackRock alavancou seus próprios fundos focados em renda e títulos para investir no IBIT. O BlackRock Strategic Income Opportunities Fund (BSIIX) e o Strategic Global Bond Fund (MAWIX) compraram ações no valor de US$ 3,56 milhões e US$ 485.000, respectivamente, de acordo com registros recentes da Securities and Exchange Commission (SEC). Apesar disso, esses investimentos representam apenas uma fração de seus respectivos portfólios.

Ampliando ainda mais a perspectiva, o total de participações em Bitcoin por ETFs já ultrapassou 1 milhão de BTC, constituindo quase 5% do fornecimento total de Bitcoin. Esse marco indica a escala e o impacto dos ETFs no mercado mais amplo de Bitcoin.

Regionalmente, os EUA continuam a ser o ponto focal dos fluxos de entrada de Bitcoin, que atingiram US$ 1,03 bilhão na semana passada. Além disso, outros países europeus, como Alemanha e Suíça, também registraram entradas significativas.

Sentimento positivo

Dados da CoinShares refletem um sentimento geral positivo no mercado, apesar dos movimentos voláteis dos preços.

Os produtos de investimento em ativos digitais registraram, por exemplo, fluxos de entrada pela terceira semana consecutiva, totalizando US$ 1,05 bilhão. Esse aumento na atividade elevou o valor total dos produtos negociados em bolsa (ETPs) de ativos digitais para cerca de US$ 98,5 bilhões.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados