Dono de NFT Bored Ape processa Opensea após phishing

EM RESUMO
  • Timonthy McKimmy, dono de um token da coleção Bored Ape, entrou com um processo contra a OpenSea por negligência e rompimento de contrato.
  • McKimmy quer o seu Bored Ape de volta e exige uma indenização de mais de U$S 1 milhão.
  • O proprietário do NFT tentou entrar em acordo com a plataforma, mas recebeu a informação de que o caso estava sendo investigado.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Timonthy McKimmy, dono de um token da coleção Bored Ape, entrou nessa semana com uma ação de negligência e rompimentos de contrato contra a Plataforma OpenSea pelas vendas indevidas de seu NFT por valores bem abaixo do mercado.

Conforme relatado pelo DC Forecasts, Timonthy McKimmy alegou que os NFTs foram vendidos a hackers por um valor bem abaixo do mercado e que a OpenSea sabia se tratar de um bug, mas mesmo assim deixou a transação ocorrer.  

Timonthy é proprietário de um Bored Ape, uma das coleções mais famosas do mundo que conta até com fãs como jogadores de futebol e cantores famosos. A coleção não sai da lista dos TOP 10 mais vendidos e Timonthy não é o primeiro a reclamar da plataforma.

A OpenSea não vive dias bons. Algumas reclamações foram levantadas recentemente sobre a plataforma, sendo algumas sobre uma coleção nazista, uma racista e até de criadores de NFT, que andam se apropriando indevidamente da obra de alguns artistas sem as suas permissões, como foi o caso da Coleção Crypto Chicks NFT.

Se por um lado o mundo dos NFTs tem rendido muitos milhões para alguns, por outro tem rendido muitas dores de cabeça. Pelo crescimento desenfreado deste segmento, a atração por esse setor só tem crescido e com ele as fraudes, os roubos e até as vendas com preços em desacordo com o dono da coleção tem acontecido.

Quero meu Bored Ape de volta

Segundo o DC Forecasts, McKimmy quer o seu Bored Ape de volta e exige uma indenização de mais de U$S 1 milhão. O criador pode ser o pioneiro a envolver as listagens inativas do mercado de NFTs.

No tribunal federal do Texas, Timonthy se apresentou como o proprietário de um macaco entediado #3475, que representa um conjunto de 10.000 NFTs. Ele explicou que não havia colocado o seu token à venda, e, portanto, foi roubado, já que o mesmo foi vendido indevidamente a outro comprador por 99 ETH. Ele ainda afirma que o NFT em questão é uma raridade e bem mais caro do que o modelo vendido ao cantor Justin Bieber, por US$ 1.3 milhões.

A denúncia

McKimmy entrou com uma denúncia de negligência e rompimento de contrato por parte da OpenSea. A DC Forecasts publicou o registrou judicial:

“Em vez de desligar sua plataforma para resolver e corrigir essas questões de segurança, o Réu continuou a operar. O réu arriscou a segurança dos NFTs e cofres digitais de seus usuários para continuar coletando 2,5% de cada transação ininterrupta.”

O proprietário do NFT foi mais longe, explicando que tentou entrar em acordo com a plataforma, mas não foi ouvido. A única informação enviada pela empresa é a de que o caso está sendo investigado. O pior de toda essa história é que outras pessoas foram lesadas.

De coleções nazistas, racistas e coleções de NFTs plagiados de artistas

Recentemente, a dona da Coleção Crypto Chicks NFT, na OpenSea, veio à público dizer que plagiou desenhos da artista Amanda Costa, muito conhecida no Instagram, com mais de 100 mil seguidores e que produz mulheres em suas pinturas. Ela ainda não entrou neste mercado, mas deve ter levado um susto desagradável ao ver os seus desenhos na coleção.

Há algum tempo atrás, a OpenSea esteve mais uma fez nos holofotes de confusões, por conta de uma coleção de NFTs nazistas, alguns deles com a frase Heil Hitler e imagens de Hitler em todas as posições. Após muitas polêmicas a plataforma retirou a coleção do ar.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.