Ver mais

Credora cripto Genesis alerta para o perigo de falência se não obter financiamento

3 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Executivos da Genesis estão trabalhando para obter novo financiamento.
  • Os saques foram suspensos após o colapso da FTX.
  • A quebra da Genesis pode afetar outras empresas, gerando mais pedidos de falência.
  • promo

A corretora de ativos digitais Genesis está correndo atrás de dinheiro para a sua unidade de empréstimos e alertou os investidores sobre a possibilidade de declarar falência caso falhe.

A Genesis passou os últimos dias buscando pelo menos US$ 1 bilhão em capital novo, disseram fontes sob anonimato ligadas à credora, pois as negociações são privadas. O potencial investimento da Binance estaria sobre a mesa. No entanto, a proposta ainda não se materializou, informou a Bloomberg.

A Genesis interrompeu os saques logo após revelar em 10 de novembro que tinha US$ 175 milhões bloqueados em uma conta de negociação na FTX. Em comunicado por e-mail um representante da credora declarou:

“Não temos planos de entrar com pedido de falência eminentemente. Nosso objetivo é resolver a situação atual de forma consensual, sem a necessidade de qualquer pedido de falência. A Genesis continua tendo conversas construtivas com os credores.”

Efeito cascata

O risco de contágio depois que a FTX declarou falência pressionou diversas plataformas que estão tendo de atender as solicitações de resgates de seus clientes. Não foi diferente com a Genesis.

De acordo com a empresa, a quebra da Three Arrows Capital obrigou a Genesis a tomar medidas para aumentar a liquidez e reduzir o risco em seus livros. No entanto, o colapso inesperado da FTX provocou uma onda de saques que pressionou sua liquidez. Mesmo a empresa alegando não possuir “exposição material” ao FTT, token nativo da FTX ou outras altcoins de exchanges.

Credora cripto Genesis alerta para o perigo de falência se não obter financiamento
Fonte: Genesis

A controladora da credora cripto, Digital Currency Group, concedeu à Genesis Trading um aporte de US$ 140 milhões em ações após o colapso da FTX. Posteriormente, o empréstimo de US$ 1 bilhão foi solicitado.

As dificuldades atingiram os gêmeos Winklevoss, Tyler e Cameron, proprietários da Gemini. Assim que a Genesis interrompeu seus saques a exchange teve de interromper o resgate de seu produto Earn. Pessoas ligadas a Gemini relatam que o programa tem em torno de US$ 700 milhões em dinheiro de clientes investidos nele.

A Gemini postou um comunicado em seu blog oficial:

“Estamos desapontados porque o SLA do programa Earn não será cumprido, mas estamos encorajados pelo compromisso da Genesis e de sua controladora Digital Currency Group em fazer tudo ao seu alcance para cumprir suas obrigações com os clientes no programa Earn.”

A Genesis é uma contraparte de muitas outras empresas no mercado de ativos digitais, sua relevância é significativa a ponto de ser considerada um indicador de força do setor.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Negociação com a Binance não avançou

As informações que sugeriram o envolvimento da Binance nas negociações foram desmentidas posteriormente. Em uma reportagem publicada pelo The Wall Street Journal nesta terça-feira, fontes afirmaram que a exchange desistiu do negócio pois poderia configurar um conflito de interesses. Além da Binance a reportagem ressalta que a Genesis também buscou financiamento com a empresa de private equity Apollo Global Management.

Outra reportagem do WSJ afirma que a BlockFi também pode estar se preparando para declarar falência. Conforme observado anteriormente pelo BeInCrypto, citando dados da Crunchbase, a Alameda Research foi responsável por 184 investimentos, a FTX Ventures por 48 investimentos e a exchange FTX por 21 investimentos.

Embora o JPMorgan acredite que o colapso da FTX possa acelerar as regulamentações de criptomoedas, se grandes plataformas como a Genesis entrarem em colapso, o número de falências no mercado cripto pode continuar aumentando. 

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados