Crash do mercado cripto: Não entre em pânico, já passamos por isso antes

Atualizado por Júlia V. Kurtz
EM RESUMO
  • O horizonte de investimento é fundamental.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Crash no mercado cripto: O Bitcoin passou por vários ciclos no passado e sempre se recuperou, com uma vingança, diz Diego Vera, da Buda.com.

Mercados individuais, como os de criptomoedas, ações ou commodities, e a economia como um todo, passam por ciclos de expansão e contração. É como se a economia estivesse respirando. Há períodos em que praticamente tudo sobe e outros em que quase tudo desce.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

A crise econômica de 2008 levou mais de dois anos para parar de refletir . As bolsas de valores caíram mais de 50% nas principais economias do mundo. Mas então vieram 10 anos de otimismo.

Em 2000, o índice de ações Nasdaq Composite caiu 75%.

Essa grande queda na primeira imagem parece apenas um soluço no canto inferior esquerdo da segunda imagem. Desde 2002 quase tudo vinha subindo.

Este ano, o mesmo indicador caiu 14%.

Mas agora nos perguntamos se as quedas que as bolsas estão experimentando atualmente (25% até agora este ano), são algo que será revertido em breve, ou estamos diante de um evento mais preocupante, como o de 2008.

Investimentos

Vimos como praticamente todos os investimentos nos diferentes setores econômicos perderam valor desde o início do ano.

  • Netflix: -67%
  • PayPal: -55%
  • Facebook: -44%
  • Tesla: -42%
  • Bitcoin: -38%
  • Amazônia: -28%
  • Nasdaq (índice): -24%
  • S&P 500 (índice): -14%

E isso é apenas uma amostra. As quedas chegam a 90% em alguns casos.

Por que insistimos tanto em investir no longo prazo?

Podemos estar vendo um cataclismo na economia global mais como um terremoto do que um simples tremor. No entanto, o mais importante é que você saiba que tudo vai ficar bem. Temos uma memória ruim e esquecemos o passado, mas já vivemos isso muitas vezes antes. O mundo vai se recuperar, sem dúvida.

  • Na década de 1970, a crise do petróleo, somada ao fim do acordo de Bretton Woods (o fim do padrão-ouro), desencadeou uma recessão global. Nesta data, o S&P 500 (outro indicador) caiu 50% em um ano (1973-1974), apenas para recuperar 76% em dois anos e 133% em quatro.
  • Em meados da década de 1980, o petróleo mais uma vez ajudou a desencadear outra crise global. Desta vez, o S&P 500 caiu quase 30%, apenas para recuperar 226% em 5 anos.
  • Em 2008, a crise do subprime atingiu a economia mundial. O S&P 500 teve uma de suas quedas mais acentuadas: -58% em pouco menos de um ano e meio. 5 anos depois, o índice triplicou seu preço desde o ponto mais baixo da crise. Hoje, mesmo considerando a recente queda de preço, seu valor é mais de 6 vezes o que era até então.

Crash do mercado cripto: E no caso do Bitcoin?

O Bitcoin passou por vários ciclos no passado e sempre se recuperou, com uma vingança. De fato, na história, 100% das pessoas que compraram e esperaram 4 anos ou mais viram seu investimento crescer.

A história não precisa se repetir, mas é um precedente muito bom.

O horizonte de investimento é fundamental. É muito difícil saber o que vai acontecer amanhã. Em Wall Street há físicos e matemáticos que tentam e quase sempre falham. Mas à medida que estendemos o horizonte de tempo, a tendência é mais fácil de prever.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.