Ver mais

Coreia do Sul fecha o cerco às exchanges e mais! – Bom Dia, Cripto!

3 mins
Atualizado por Thiago Barboza

Bom dia, criptonativos! Os desenvolvimentos do mercado de criptomoedas seguem a todo vapor. Para saber o que está acontecendo no setor, confira estas notícias que o BeInCrypto separou para você!

Exchanges cripto sob escrutínio na Coreia do Sul

As autoridades financeiras da Coreia do Sul anunciaram planos para reprimir as exchanges de criptomoedas que não cumpram os novos padrões rigorosos, sinalizando uma mudança significativa na abordagem do país para regular a indústria.

Na verdade, esta ação faz parte de um esforço mais amplo para melhorar a supervisão e o exame das exchanges de criptomoedas. A partir deste ano, as exchanges de criptomoedas consideradas inadequadas por não cumprirem padrões rigorosos enfrentarão a expulsão do mercado do país, de acordo com a Unidade de Inteligência Financeira da Coreia (KoFIU).

O plano inclui um sistema de suspensão comercial para transações suspeitas, usado em 49 países como Grã-Bretanha, Alemanha e Finlândia. O objectivo é travar a criminalidade precocemente, seguindo o conselho do Grupo de Ação Financeira. Essas etapas estão no plano anual da KoFIU, feito após conversas com os porta-bandeiras do setor cripto e assessores.

O foco da KoFIU em regulamentar mais rigorosamente ocorre em meio a preocupações crescentes sobre a conformidade de participantes proeminentes na indústria cripto. A Wemade, desenvolvedora de jogos Web3, está atualmente sob investigação por potencialmente fugir de obrigações legais como operadora de ativos virtuais. A empresa enfrenta alegações que vão desde transações anormais até acusações de fraude na emissão excessiva de moedas por parte de seus principais executivos.

Fatores macroeconômicos podem induzir o rali de alta mais longo da história

Os mercados criptográficos atingiram os seus níveis mais elevados em quase dois anos, à medida que a capitalização total se aproxima dos US$ 2 bilhões. Eles foram impulsionados pelo Bitcoin chegando a US$ 50.000 esta semana, dando aos analistas bastante combustível para especulações sobre por que as coisas estão diferentes desta vez para um cenário cripto de alta. 

A capitalização de mercado cripto está em US$ 1,97 trilhão, seu nível mais alto desde abril de 2022, quando as coisas pareciam muito diferentes. 

Naquela época, os mercados de criptomoedas estavam caindo do pico de US$ 3 trilhões em novembro de 2021 e entrando em território de mercado de baixa. Desta vez, eles estão saindo de um inverno cripto de dois anos e têm vários fatores fundamentais não vistos em ciclos anteriores.

Coreia do Sul fecha o cerco às exchanges e mais! – Bom Dia, Cripto!
Capitalização total do mercado cripto em 2 anos. Fonte: CoinGecko

Em 12 de fevereiro, o cofundador da Syncracy Capital, Daniel Cheung, previu uma boa chance de que esse ciclo de alta acabaria sendo,

“O maior em termos de criação de capitalização de mercado e com duração mais longa do que o esperado.”

É a primeira vez que o mercado de alta de criptomoedas se alinha com o início de um ciclo de flexibilização do Fed, observou ele. O banco central dos EUA está lutando para manter a inflação baixa e reduzir as taxas de juro após dois anos de subidas agressivas. 

Também houve ausência de interesse no varejo, o que significa que as coisas ainda estão no início.

Além disso, os ETFs criptográficos fornecem “ofertas sustentadas na classe de ativos”. Ele adicionou,

“Estamos começando a ver muitas grandes empresas de investimento TradFi olhando além das grandes.”

Há também uma abundância de narrativas e subsetores emergentes na criptografia este ano. Isso inclui o hype da inteligência artificial, tokenização de ativos do mundo real, restaking, etc.

Finalmente, ele previu uma abordagem regulatória mais positiva dada a entrada da BlackRock no ecossistema. Além disso, muitos dos maus atores foram eliminados no ciclo anterior.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados