Ver mais

Coinbase é processada por movimentação não autorizada de fundos

2 mins
Por Remmy Bahati
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Os fundos dos usuários da Coinbase não são seguros, conforme novas reivindicações de ação coletiva.
  • O autor alega que a exchange transferiu sua criptomoeda sem autorização e bloqueou sua conta.
  • Os pedidos de assistência da Coinbase não foram respondidos.
  • promo

Uma nova ação coletiva foi movida contra a Coinbase no tribunal federal da Geórgia, alegando que a empresa se envolve em transferências não autorizadas de ativos, congela fundos e bloqueia os consumidores de suas contas por longos períodos de tempo, fazendo com que incorram em perdas significativas devido a volatilidade das criptomoedas.

A reclamação de ação coletiva proposta pelos investidores que detêm a Coinbase Wallet e os titulares de contas alegam que suas contas foram violadas e incorreram em perdas decorrentes da transferência não autorizada de ativos. Isso inclui a transferência não autorizada de “títulos cripto” não registrados listados na plataforma.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Coinbase pediu aos clientes que alterassem as senhas

George Kattula, o autor principal, diz que mudou sua senha conforme solicitado em um e-mail da Coinbase e, mais tarde, cerca de US$ 6.000 em criptomoedas foram retirados de sua conta e transferidos para partes desconhecidas. Esforços para ter sua conta garantida caíram em ouvidos surdos da exchange.

O processo alega que “a Coinbase bloqueia de forma imprópria e irracional seus consumidores de acessar suas contas e fundos, seja por longos períodos de tempo ou permanentemente. Devido à extrema volatilidade do valor das criptomoedas com quedas livres de 40% em 24 horas, a incapacidade de acessar uma conta para vender, comprar ou negociar criptomoedas leva a graves perdas financeiras para os titulares de contas.”

Resposta fora do prazo

O processo alega ainda que a Coinbase não respondeu em tempo hábil aos pedidos de suporte e ajuda dos clientes, não preserva e protege os ativos dos clientes como promete e permitiu que hackers furtassem US$ 1.000 de sua conta bancária.

“Embora a Coinbase tenha revertido a transferência não autorizada de US$ 1.000, ela congelou sua conta e se recusou a cobrir toda a criptomoeda que foi roubada”, afirma Kattula no processo.

A Coinbase está sob imenso fogo e críticas de seus investidores por não evitar perdas de atividades não autorizadas, e estes falharam em inúmeras ações nos tribunais. Isso também levou a exchange a buscar a opinião da SEC sobre a classificação de títulos.

A Coinbase não se manifestou para comentar o assunto até a publicação desta reportagem.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados