Ver mais

CBOE apresenta pedidos de ETFs à vista de Solana nos EUA

2 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O CBOE apresentou à SEC o Formulário 19b-4s para os ETFs à vista da Solana da VanEck e 21Shares.
  • Analistas estimam que a SEC terá até o primeiro semestre de 2025 para aprovar ou rejeitar os ETFs.
  • O preço da SOL passou de US$ 135,27 para US$ 140,95 após a notícia do CBOE.
  • promo

A Bolsa de Opções de Chicago (CBOE) apresentou o Formulário 19b-4s à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para novos pedidos de fundos negociados em bolsa (ETFs) à vista de Solana (SOL).

O Formulário 19b-4s é usado para informar a SEC sobre uma mudança de regra proposta por uma organização autorreguladora (SRO), que exerce um certo grau de autoridade sobre um setor. Nesse formato, a autarquia eventualmente convidará o público a fornecer informações e, posteriormente, publicará todos os comentários relacionados às mudanças propostas nas regras nesse formulário.

CBOE arquiva formulário para ETFs à vista de Solana

O CBOE preencheu o Formulário 19b-4s para negociação de ETFs à vista de Solana para os dois primeiros emissores: VanEck e 21Shares. A SEC teria até 2025 para responder ao pedido. O processo é semelhante ao ocorrido com os ETFs à vista de ETH e BTC, com solicitações anteriormente submetidas que culminaram na aprovação desses produtos.

“Parece que os ETFs Solana terão prazo final até meados de março de 2025. Mas até lá a data mais importante é novembro. Se Biden vencer, as mortes serão prováveis. Se Trump vencer, tudo é possível”, disse o analista Eric Balchunas.

Por sua vez, o cofundador do ETF Institute, Nate Geraci, destacou que ao apresentar formalmente as candidaturas ao ETF VanEck e 21Shares, “o relógio para a decisão (SEC) começa a contar”. Enquanto isso, os traders admitiram que as chances deste ETF ser aprovado “são baixas”, devido ao lento progresso do ETF à vista de Ethereum.

Na segunda-feira (8), o preço da Solana passou de US$ 135,27 para US$ 140,95 após as notícias do CBOE e do ETF spot da SOL. A criptomoeda opera com ganhos de 5,50%, embora no último mês tenha perdido 12,09% de seu valor. Enquanto isso, a capitalização de mercado atual é de US$ 64,65 bilhões.

Dias atrás, o chefe de pesquisa da VanEck, Matthew Sigel, discutiu a regulamentação da criptomoeda nos Estados Unidos após a recente tentativa da empresa de registrar um ETF spot de Solana. Sigel menciona que tal ETF é uma possibilidade, dado o quão bem o ETF à vista de Ethereum está indo, conforme indicado pelo presidente da SEC, Gary Gensler.

Leia mais: ETF de Bitcoin: vantagens e desvantagens de se investir em ETFs

Crescem as expectativas

Nesse sentido, a perspectiva sobre o ETF à vista da Solana mudou nas últimas semanas. No final de maio, o analista de ETF James Seyffart, da Bloomberg Intelligence, destacou os obstáculos regulatórios para tal feito, especialmente dada a atual classificação da criptomoeda como um título pela SEC.

“Com base em precedentes/necessidades atuais – acontecerá dentro de alguns anos após a obtenção de um mercado futuro regulamentado pela CFTC. Mas, projetos de lei de estrutura de mercado e do Congresso, como o FIT21, podem fazer com que isso aconteça mais cedo. Acho que um ETF SOL seria mais procurado do que outros ativos digitais (além de BTC e ETH).

Mas, a SEC não está dançando em torno do status da SOL como fez com o ETH. Esses processos contra Coinbase, Kraken e outros dizem categoricamente que “Solana é um título”. O que poderia facilmente transformá-lo em uma estrada muito difícil”, disse Seyffart.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados