Fundador da Cardano: “metaverso vai se tornar uma categoria cripto”

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Charles Hoskinson diz que o metaverso ainda tem muito espaço para crescer.

  • Mudança de nome corporativo do Facebook para Meta impulsionou o mercado.

  • Metaverso deve se tornar em até 10 anos categoria de produto para criptomoedas.

  • promo

    NFTs estão ao vivo na Bybit! Compre já e ganhe até 20.000 USDT! Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

O fundador da Cardano (ADA), Charles Hoskinson,, disse as interfaces estão mudando no metaverso e muita coisa ainda está por vir.

Hoskinson participou de uma entrevista no podcast Thinking Crypto. Questionado como seria seu metaverso em meio ao aumento recente da popularidade sobre o tema, o fundador da Cardano disse que as interfaces estão mudando.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Ele citou alguns exemplos de gigantes da tecnologia, como a Apple, que tem investido pesado em realidade aumentada. O matemático acredita que provavelmente haverá óculos da Apple a venda em 2025 e, quando isso acontecer, a Samsung desenvolverá sua própria versão, e a revolução AR de realidade mista estrá a caminho.

O fundador da Cardano disse que os avanços em inteligência artificial, semântica e interfaces implicam que a Web 3.0 seja vertical, com o metaverso vivendo acima dela.

“Onde o espaço da criptomoeda entra em jogo, você precisa de uma espécie de camada de controle para a lógica dessas coisas e um banco de dados para esses tipos de coisas para reforçar a exclusividade da escassez, então é aí que os NFTs entram em jogo, esses tipos de coisas.”

Meta influencia tokens do metaverso

Logo após o Facebook anunciar a mudança do nome corporativo da empresa para Meta, em alusão ao metaverso, o preço de vários tokens dessa área, como MANA e SAND, valorizaram.

“Metaversos são muito legais! eles são reais, não é um truque. Você precisa de criptomoedas para basicamente colocar um modelo de confiança nela e um modelo de escassez enquanto fisicaliza o digital e digitaliza o físico, e isso vai se tornar nos próximos cinco a dez anos, eu acho, em uma enorme categoria de produto para criptomoedas”, afirma Hoskinson .

E ele não está sozinho.

Em outubro, o cofundador da Tether (USDT), William Quigley, disse que o mercado de tokens não fungíveis (NFT) ainda possui muito espaço para crescimento, mesmo com os grandes números vistos neste ano.

Em entrevista cedida à Bloomberg, ele afirma que tokens não fungíveis em metaversos poderão atingir um volume de vendas anuais de mais de US$ 10 trilhões. Esse montante é quase cinco vezes maior do que o valor de mercado de todas as criptomoedas juntas, que está atualmente em US$ 2,07 bilhões, segundo dados do CoinGecko.  

No começo de novembro, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, comentou sobre os planos que a gigante da tecnologia possui em relação ao metaverso. O executivo destacou os passos que a empresa pretende dar no metaverso e disse que a tecnologia veio para ficar, sendo capaz de trazer novas experiências de realidade para os usuários:

“O Metaverso nos permite incorporar a computação ao mundo real e incorporar o mundo real à computação. Trazendo presença real para qualquer espaço digital. O mais importante é que somos capazes de trazer nossa humanidade conosco e escolher como queremos experimentar este mundo”.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 - incluindo a cobertura do último pregão viva voz no Brasil. Coordenou um grupo de dez correspondentes em três continentes para decidir as pautas mais relevantes do dia para o telespectador. Já participou de treinamentos e cursos no exterior, passou em zonas de guerra na Cisjordânia, Faixa de Gaza, fronteiras da Síria, Líbano, além da Jordânia e Egito. Atualmente estuda Mídias e Marketing Digital na pós-graduação da ESPM. Acredita no trabalho com ética, excelência, profissionalismo e no bom jornalismo. O futuro é o que estamos realizando agora.

SEGUIR O AUTOR

Sem medo, sem FUD. Vá para outro nível em sua jornada cripto com a Bybit!

Comece agora!

Sem medo, sem FUD. Ganhe 1 ETH ao depositar $100 com a Bybit!

Entrar agora

Compre o seu primeiro NFT e ganhe até 20.000 USDT.               

Entrar agora