Ver mais

Bom Dia, Cripto! – Por que a adoção do Bitcoin caiu?

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Especialistas explicam a desaceleração na taxa de adoção do Bitcoin.
  • Andrew Tate prometeu que a capitalização de mercado da memecoin DADDY atingirá US$ 1 bilhão.
  • Especuladores apostam na aprovação dos ETFs de Solana à vista até o fim de 2024.
  • promo

Bom dia, amantes de criptomoedas! Mais uma semana acaba no mercado cripto com muitos acontecimentos importantes. Para se inteirar do que agitou o setor antes de curtir o fim de semana, confira o que foi destaque no BeInCrypto nas últimas horas!

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Por que a adoção do Bitcoin diminuiu, segundo analistas

  • O Diretor de Macro Global da Fidelity Investments, Jurrien Timmer, explica a desaceleração na adoção do Bitcoin.
  • Assim, ele destaca a desaceleração do crescimento da rede do Bitcoin apesar dos ganhos de preço.
  • Além disso, o crescimento da rede é impulsionado por escassez, políticas monetárias e fiscais e sentimento do mercado.
  • A adoção do Bitcoin segue uma curva de potência com ciclos de alta e baixa.
  • Peter Brandt, por outro lado, sugeriu que a diminuição dos ganhos em cada ciclo pode indicar o fim do avanço atual.
  • Por fim, o CEO da CryptoQuant, Ki Young Ju, afirma que a velocidade de circulação do Bitcoin está no ponto mais baixo desde 2013, mas pode aumentar com seu uso como meio de pagamento.

Andrew Tate promete capitalização de memecoin a US$ 1 bilhão

  • Andrew Tate queimou mais de 400 milhões de moedas DADDY, no valor de quase US$ 114 milhões.
  • A liquidez da DADDY é de apenas US$ 2,5 milhões, o que teria resultado em um “rug pull” se vendidas em vez de queimadas.
  • Em seguida, Tate previu que a capitalização de mercado da DADDY atingirá US$ 1 bilhão, apesar de estar atualmente em cerca de US$ 165 milhões.
  • A Lookonchain detectou uma venda de 15,14 milhões de DADDY por aproximadamente US$ 1,74 milhão.
  • Esse insider originalmente adquiriu 29,8 milhões de DADDY por apenas US$ 1.950.
  • Além disso, o insider ainda possui 14,7 milhões de DADDY, no valor de US$ 2,8 milhões, com um lucro total de US$ 5,6 milhões.
  • A Bubblemaps encontrou padrões de trading suspeitos antes das promoções de Tate, com insiders comprando 30% do suprimento total.

Especuladores apostam US$ 200.000 na aprovação do ETF de Solana

  • Especuladores apostaram mais de US$ 200.000 na plataforma Polymarket sobre a aprovação dos ETFs de Solana à vista até o fim de 2024.
  • O presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), Gary Gensler, indicou a provável aprovação de ETFs de Ethereum à vista nos próximos meses, gerando especulações sobre Solana.
  • Apesar do otimismo, as apostas no Polymarket para a aprovação do ETF de Solana ficaram em 7%.
  • O ambiente regulatório nos EUA está mudando com crescente apoio bipartidário às criptomoedas.
  • A aprovação da Lei de Inovação e Tecnologia Financeira para o Século 21 pela Câmara dos Deputados indica uma possível mudança política favorável às criptomoedas.
  • Enquanto a intenção de abordar a ambiguidade regulatória é vista como uma vitória simbólica, há cautela quanto às implicações.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados