Ver mais

Bitcoin sustentável: Blockchain brasileira incentiva mineradores usarem energia limpa e paga recompensa

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

A Hathor (HTR) anunciou uma parceria com a Cryptogranjas para minerar Bitcoin com energia limpa. Chamada de Hathor Green, a iniciativa vai estimular mineradores a usarem energia sustentável e pagar recompensas extras.

Parece até uma ironia, já que validar um bloco na rede Bitcoin com mecanismo de Prova de Trabalho, demanda muita energia que na maioria – se origina em fontes como a queima de combustíveis fosseis -, ao contrário da Prova de Participação, que demanda uma quantidade menor de energia.

No entanto, a escolha da blockchain 100% brasileira na maior fazenda de criptomoedas argentina com energia renovável foi feita porque para Hathor, “o Bitcoin é mais seguro e descentralizado”, ao contrário de redes como a Ethereum, que usa a Prova de Participação. Neste mecanismo é preciso ter uma certa de quantidades de tokens na rede para validar novas transações, e apesar de usar menos energia é uma rede centralizada.

A Cryptogranjas que converte gás de poços de petróleo em energia verde, também usa estrume e resíduos de suínos e bovinos. Com biodigestores industriais, o gás metano produzido a partir dos resíduos, é usado para “alimentar” um motor que gera eletricidade para minerar Bitcoin com energia verde.

“Esta parceria faz parte do roteiro estratégico da Hathor para conquistar novos mineradores verdes, uma vez que a Cryptogranjas tem diversos projetos que estão ligados a questões que envolvem a preservação ambiental. Estamos confiantes que essa nossa primeira parceria abrirá caminhos para abraçar cada vez mais iniciativas como essa”, detalha o CMO da Hathor, Diego Guareschi.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em abril

Recompensa extra

Para receber a recompensa adicional paga em tokens da Hathor (HTRs), os membros do programa precisam apresentar evidências de que usam uma fonte de energia renovável. Isto pode ser feito por meio do envio de documentos que comprovem a utilização ou comprovantes de compra de créditos provenientes de fontes de energia limpa para minerar.

Quando aprovados, os mineradores receberão um bônus mensal em HTR calculado com base na porcentagem das recompensas de mineração.

“A mineração do HTR já é de baixo impacto ambiental porque o token é minerado em processo de merged mining com o bitcoin. Ou seja, qualquer mining pool ou minerador que minere Bitcoin, pode minerar Hathor ao mesmo tempo, de maneira colateral” explica Diego.


“Estamos entusiasmados em anunciar que começamos a minerar com a Hathor, expandindo nosso compromisso com soluções de blockchain sustentáveis. Na Cryptogranjas acreditamos em cultivar não apenas ativos digitais, mas também em promover colaborações que impulsionam a inovação sem comprometer nossos princípios eco-amigáveis. O Programa Hathor Green é um testemunho da sinergia entre nossas práticas de mineração sustentável”, disse o CEO da Cryptogranjas, José Sarasola.

Essa aliança nos permite integrar perfeitamente a mineração de HTR em nossa estrutura existente, desbloqueando novos caminhos para o crescimento sem incorrer em despesas adicionais. Juntos, estamos plantando as sementes de um futuro mais sustentável e próspero para todo o ecossistema de blockchain”, finaliza.

Melhores plataformas de criptomoedas | Abril de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados