Ver mais

Bitcoin (BTC): Mineradores de olho em energia limpa com aproximação do halving

3 mins
Por David Thomas
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Os mineradores de Bitcoin (BTC) mudam para energias renováveis antes do halving.
  • A Bitdeer é a mais recente a anunciar planos de mineração.
  • Os mineradores devem explorar em breve maneiras de aumentar a receita à medida que o halving do Bitcoin se aproxima.
  • promo

As perspectivas de mineração baseadas em fontes renováveis estão florescendo no Butão e no Quênia após a proibição da mineração na China e as restrições mais recentes dos EUA.

A mineradora africana Gridless financia projetos de microgrid com receita de mineração de Bitcoin, enquanto a mineradora Bitdeer oferecerá empregos no Butão por meio de um contrato de financiamento de datacenter com a Druk Holding and Investments (DHI).

Leia mais: 5 criptomoedas para ficar de olho em junho

Butão e Quênia buscam energia renovável

A Bitdeer, com sede em Cingapura, investirá US$ 500 milhões em datacenters, energia renovável, inteligência artificial, blockchain e tecnologia de metaverso. A energia limpa alimentará os datacenters, como acontece nas comunidades africanas que usam microrredes.

A DHI também financiará a exploração de fontes de energia renovável do Butão, incluindo energia hidrelétrica, amônia verde e combustível de hidrogênio. Atualmente, o Butão usa energias renováveis para todas as suas necessidades energéticas.

Bitcoin (BTC): Mineradores de olho em energia limpa com aproximação do halving
Produção de Electricidade Partilha por Recurso | Fonte: Our World in Data

De acordo com a consultoria DLA Piper, a proibição da mineração na China incentivou as mineradoras a usar a capacidade renovável em outras partes do mundo com mais transparência

O Bitcoin Mining Council estima que mais da metade da energia usada pelos mineradores de Bitcoin (BTC) no quarto trimestre de 2022 veio de fontes renováveis.

A operadora de microrrede Gridless eletrifica comunidades quenianas por meio de energia limpa financiada por Bitcoin. A empresa planeja uma expansão no Malawi por meio de financiamento recém-levantado pela Block de Jack Dorsey, entre outros.

Reguladores dos EUA sobre o uso de energia suja

A pressão regulatória dos estados dos EUA e o próximo halving do Bitcoin podem levar ainda mais os mineradores a soluções ecologicamente corretas.

No ano passado, a governadora de Nova York, Kathy Hochul, impôs uma moratória na renovação de licenças para mineradores de Bitcoin usando energia não renovável.

Políticos do Texas aprovaram recentemente um projeto de lei que impede o Conselho de Confiabilidade de Energia (ERCOT) do estado de pagar grandes mineradoras para encerrar as operações.

A instalação de mineração de 100 acres da Riot Platforms em Rockdale deve entrar em contato diretamente com o ERCOT durante emergências da rede. O projeto de lei também rescinde os incentivos fiscais para mineradoras que se dirigem ao Texas.

No entanto, o ERCOT também incentivou os mineradores a usar o excesso de capacidade eólica e solar do oeste do Texas. A Marathon Digital mudou sua instalação de mineração movida a carvão de Montana para soluções mais ecológicas, incluindo uma instalação movida a energia eólica no Texas.

O halving do Bitcoin reduz a taxa de emissão da moeda em 50%. Acontece uma vez a cada 210.000 blocos e obriga os mineradores a comprar máquinas mais eficientes ou reduzir os custos de eletricidade para manter as receitas. Os mineradores podem ganhar uma recompensa de transação em Bitcoin por adivinhar o valor correto de um número necessário para calcular o hash de um bloco.

Bitcoin (BTC): Mineradores de olho em energia limpa com aproximação do halving
Receita por Hash | Fonte: Global X

Computadores de mineração eficientes podem oferecer mais estimativas por unidade de energia consumida.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Para a última análise de Bitcoin (BTC) da Be[In]Crypto, clique aqui.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados