Bitcoin btc
$ usd

Bitcoin pode fazer da Bulgária o país mais rico do mundo; Entenda

3 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A Bulgária pode se tornar um dos países mais ricos do mundo graças ao Bitcoin.
  • País possui moedas apreendidas em 2017 de um grupo criminoso.
  • Naquela época, o valor do BTC apreendido era de cerca de US$ 500 milhões.
  • promo

A Bulgária pode se tornar um dos países mais ricos do mundo graças ao Bitcoin (BTC). Isso se deve ao fato de possuir 213.000 unidades do ativo, que foram apreendidas pelas autoridades de um grupo criminoso em 2017.

De acordo com o South East European Law Enforcement Center (SELC), o montante foi apreendido de um grupo criminoso que invadiu os computadores da alfândega búlgara em 2017. Os criminosos costumavam fazer alterações no sistema para permitir que as empresas parceiras do grupo importassem mercadorias sem pagar impostos.

Naquela época, o valor do BTC apreendido era de cerca de US$ 500 milhões. Agora, no entanto, está em aproximadamente US$ 6 bilhões. No entanto, os detalhes do confisco do BTC não foram divulgados.

Também não está totalmente claro se o país ainda detém todos os BTCs e o que planeja fazer com eles. No entanto, se as autoridades búlgaras ainda os detiverem, eles podem ser uma das maiores baleias de todo o mercado cripto. Como muitos acreditam que o Bitcoin continuará a aumentar de valor nos próximos anos, a Bulgária pode em breve se tornar um país muito rico.

A valorização de preço do BTC

Embora seja impossível prever o preço futuro do Bitcoin, a comunidade e os especialistas do setor têm certeza de que ele aumentará exponencialmente. Jesse Meyers, diretor de operações (COO) da Onramp Bitcoin, que possui MBA pela Universidade de Stanford, previu que o preço da criptomoeda chegaria a US$ 10 milhões nas próximas décadas. Já a CEO da Ark Invest, Cathie Wood, acredita que o Bitcoin valerá US$ 1 milhão até 2030.

Além disso, Arthur Hayes, cofundador da BitMex, acredita que o BTC pode chegar a US$ 1 milhão já em 2026. Recentemente, Balaji Srinivasan, ex-diretor de tecnologia da Coinbase, previu que o Bitcoin chegaria a US$ 1 milhão até 15 de junho deste ano. Embora a maioria das pessoas não acredite que o ativo possa atingir tais níveis, alguns argumentam que tudo é possível. Por exemplo, se houver uma crise bancária prolongada e hiperinflação do dólar americano, a profecia de Srinivasan pode se tornar realidade.

Enquanto isso, o governo dos EUA introduziu medidas para evitar uma nova corrida aos bancos. Entre elas estão o programa de financiamento bancário a prazo de US$ 25 bilhões do Federal Reserve (BTFP) e a abertura da Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) para cobrir todos os depósitos.

Se o FDIC decidir garantir todos os depósitos, isso provavelmente será suficiente para impedir uma verdadeira corrida aos bancos. Mas, é claro que o dólar americano não será tão forte quanto costumava ser.

Isso abre a porta para um instrumento de pagamento monetário global descentralizado como o Bitcoin. Como resultado, se a Bulgária mantiver seus BTCs, poderá acumular um valor enorme em comparação com outros países do mundo e se tornar um dos países mais ricos do mundo.

Como a Bulgária pode utilizar suas participações em Bitcoin?

A Bulgária poderia usar seus lucros de Bitcoin para investir em sua economia, mas primeiro precisa pagar sua dívida pública. Em 2030, se o preço do Bitcoin atingir US$ 1 milhão e a Bulgária ainda mantiver suas moedas apreendidas, os 213.000 BTC retidos poderão chegar a US$ 213 bilhões.

Depois de pagar sua dívida, o país poderia usar o lucro para investir em vários setores, como tecnologia ou imóveis. Além disso, o governo búlgaro também pode usar o produto da venda do Bitcoin para melhorar sua infraestrutura, educação e saúde.

Ao investir nesses setores-chave, a Bulgária pode atrair novos investimentos estrangeiros para o país. Isso aumentaria ainda mais o desenvolvimento e a riqueza da nação.

Para concluir, a Bulgária tem a chance de se tornar um dos países mais ricos do mundo. Ela só precisa manter seus BTCs e vendê-los no momento certo. Também pode ser sensato preservar uma parte significativa do BTC no portfólio à longo prazo porque as moedas Fiat, como o dólar, tendem a perder valor com o tempo.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo, Anderson atua como redator para o BeInCrypto há 2 anos. Escreve sobre as principais notícias do mercado de...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados