Bitcoin não é popular em El Salvador, mostra pesquisa

9 julho 2021, 09:42 -03
Atualizado por Paulo Alves
9 julho 2021, 09:42 -03
EM RESUMO
  • Muitos salvadorenhos não são a favor do Bitcoin, apesar do governo adotá-lo como moeda legal.
  • Em junho, El Salvador se tornou o primeiro país a legalizar a criptomoeda.
  • Oposição entrou com um processo contra a lei de Bitcoin no país.
  • promo

Muitos salvadorenhos parecem não ser a favor do Bitcoin (BTC), apesar do governo local ter adotado recentemente a criptomoeda como uma moeda com curso legal no país.

Isso é demonstrado através de uma pesquisa com 1.233 pessoas em El Salvador, conduzida pela empresa Disruptiva, afiliada à Universidade Francisco Gavidia local.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário que pode ajudar a responder a suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

Os resultados não são favoráveis para a recente adoção do Bitcoin pelo país. Cerca de 54% das pessoas disseram que a adoção da criptomoeda “não foi nada correta”. Outros 24% descreveram como “apenas um pouco correto”.

No total, menos de 20% aprovaram o plano envolvendo a criptomoeda. A pesquisa também mostrou que 46% dos entrevistados não sabiam “nada” sobre o BTC. Por fim, quase 65% disseram que não estariam abertos para serem pagos no ativo.

“Esta é uma aposta arriscada na transformação digital”, disse Oscar Picardo, chefe do instituto de ciência, tecnologia e inovação da Disruptiva.

A pesquisa vem como resposta a recente adoção que El Salvador fez ao tornar o Bitcoin uma moeda legal. O presidente do país, Nayib Bukele, inicialmente falou sobre os benefícios dessa proposta recentemente durante a conferência da criptomoeda, em Miami. Isso incluiria aumento de empregos e investimentos, além de facilitar o pagamento de remessas de salvadorenhos que vivem no exterior.

Pouco depois, em 9 de junho, o presidente apresentou um projeto de lei que reconheceria o BTC como moeda de curso legal no país. O projeto foi então aprovado, tornando El Salvador o primeiro país do mundo a aprovar tal política. Com a adoção em andamento, Bukele anunciou que usaria energia de vulcões para abastecer a mineração do ativo.

Mas, como a pesquisa demonstra, a adoção do BTC em El Salvador não foi universalmente favorecida. No mês passado, um grupo de cidadãos, liderado pelo político da oposição Jaime Guevara, entrou com uma ação contra o país.

Membros do grupo disseram que a adoção da criptomoeda não tem “base legal”. No entanto, um advogado acha que o processo pode na verdade ser um estratagema instigado pelo governo para legitimar sua lei sobre o Bitcoin.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.