Ver mais

Bitcoin oscila mais de US$ 2 mil em dia de volatilidade com dados de inflação nos EUA

4 mins
Atualizado por Aline Fernandes

EM RESUMO

  • O preço do Bitcoin oscilou mais de US$ 2 mil com dados de inflação e juros nos EUA.
  • EUA optam por manutenção da taxa básica de juros em 5,25% a 5,50%.
  • BTC chegou bem perto dos US$ 70 mil nesta quarta-feira.
  • promo

O Bitcoin vive um dia de forte volatilidade, refletindo dados da maior economia do planeta. Após disparar cerca de 3% mais cedo, agora a maior criptomoeda do mercado opera acima dos US$ 68 mil.

Neste momento, o Bitcoin segue em alta de 1,73%, no entanto, o mercado reagiu logo cedo com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (CPI) dos Estados Unidos (EUA). O CPI americano registrou leve alta de 0,3% conforme o Departamento de Estatísticas do Trabalho.

Com esse dado divulgado pela manhã, logo após a abertura do pregão em Wall Street o BTC disparou mais de US$ 1.500 em alguns segundos. No dia, o Bitcoin oscilou mais de US$ 2 mil ou cerca de 4%.

Bitcoin reage a dados de inflação e juros nos EUA
fonte: CoinMarketCap – gráfico de um dia do Bitcoin

Em relação a abril, a inflação ficou no mesmo patamar avançando os mesmos 0,3%.

“O índice de todos os itens subiu 3,3 por cento nos 12 meses encerrados em maio, um aumento menor do que o aumento de 3,4 por cento nos 12 meses encerrados em abril. O índice de todos os itens, exceto alimentos e energia, subiu 3,4 por cento nos últimos 12 meses”, informou o Departamento de estatísticas do mercado de trabalho nos EUA.

fonte: Departamento de Estatísticas do US. Bureau of Labor Statistcs

Fed mantém taxa de juros inalterada e Bitcoin opera acima dos US$ 68 mil

Agora à tarde o mercado estava de olho na divulgação da taxa básica de juros. E o BC americano manteve a taxa de juros do país inalterada na faixa de 5,25% a 5,50%. Enquanto isso, o Bitcoin chegou a cair como mostra o gráfico do dia acima, mas mostra uma reação positiva neste momento.

Segundo a ata do comitê de mercado aberto do Federal Reserve (FED – banco central dos EUA) “os indicadores recentes sugerem que a atividade econômica continuou se expandindo em um ritmo sólido. Os ganhos de emprego permaneceram fortes e a taxa de desemprego permaneceu baixa. A inflação diminuiu ao longo do ano passado, mas permanece elevada. Nos últimos meses, registaram-se novos progressos modestos em direção ao objetivo de inflação de 2 % do Comitê.

Os dados de inflação ao consumidor de maio dos EUA foram ideais para o mercado, particularmente devido à queda nas altas de preços de itens voláteis como energia e alimentos. Dado que já estávamos observando uma tendência muito melhor no núcleo do PCE, isso reforça a narrativa do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de que a inflação continua, de fato, em um caminho de queda, analisa o estrategista-chefe do Investing.com, Thomas Monteiro.

Índice de Preço ao consumidor (IPC) anual nos EUA (Junho 2022 a Maio 2024)

Fonte e elaboração: br.investing.com

Mais importante, esta é a segunda leitura consecutiva melhor do que o esperado, o que indica que o aumento observado no início do ano foi mais cíclico do que generalizado, explica o analista do Investing.com.

Núcleo do Índice de Preço ao consumidor (IPC) anual nos EUA (Junho 2022 a Maio 2024)
Fonte e elaboração: br.investing.com

“Quando consideramos a leitura atual no contexto de outros dados macroeconômicos, particularmente no lado do crescimento econômico, fica claro que o foco do Fed pode mudar da inflação para o combate a uma desaceleração econômica mais ampla”, explica Monteiro.

Para o estrategista, além do discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, os dados divulgados provavelmente refletirão um período mais pessimista do que as projeções atuais indicam.

“Também poderia abrir caminho para outro movimento significativo de alta no mercado, embora se recomende cautela para uma reação de venda. Apesar disso, o tom geral permanece positivo, sugerindo que, contra todas as probabilidades, o Fed continua no caminho certo para alcançar seu objetivo de equilíbrio final.” Finaliza Thomas.

Por fim, a ata do Fed termina dizendo que o Comitê está preparado para ajustar a orientação da política monetária conforme apropriado, caso surjam riscos que possam impedir a consecução dos objetivos.

O BC americano está de olho nas leituras sobre as condições do mercado de trabalho, pressões inflacionárias e expectativas de inflação, e desenvolvimentos financeiros e internacionais.

Bitcoin x FED – dólar alto alavanca as criptomoedas

Alex Andrade, sócio da Swiss Capital Invest, ressaltou a alta do dólar, que registra forte alta em relação ao real, superando os R$ 5,40, com atenção voltada para o cenário político nacional após a derrota do governo em seus esforços para compensar a desoneração da folha de pagamentos. 

Esses dados dos EUA refletem uma narrativa otimista em torno do Bitcoin, impulsionado por dados econômicos encorajadores e expectativas de cortes de juros pelo Federal Reserve (Fed). Isso evidencia a interconexão entre as tendências do mercado de criptomoedas e os desdobramentos da economia global, destacando uma nova dinâmica no cenário financeiro mundial, diz Andrade.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

Bitcoin oscilou cerca de US$ 2 mil hoje

Neste momento o Bitcoin vale US$ 68,503, valorização de 1,77%. O gráfico mostra que o BTC chegou hoje bem perto dos US$ 70 mil, mas não sustentou.

 Diante dos recentes acontecimentos, o Bitcoin registrou um aumento notável em seu valor, evidenciando sua posição como um ativo de refúgio em períodos de incerteza. 

“A valorização do Bitcoin nas últimas 24 horas, com um aumento de 4%, é um claro reflexo desse otimismo”, destaca Alex Andrade, sócio da Swiss Capital Invest. 

Ele ressalta ainda que “o significativo aumento no valor tanto do Bitcoin quanto do Ether reflete a confiança dos investidores no potencial de crescimento do setor de criptomoedas”.

Alex observa também que “essa recente valorização do mercado cripto reflete também a busca por alternativas de investimento diante da volatilidade nos mercados tradicionais”. Esses movimentos destacam a estreita relação entre a valorização das criptomoedas e a procura por ativos considerados mais seguros em tempos de incerteza nos mercados convencionais.

Fonte: CoinMarketCap gráfico de um dia do BTC.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados