Ver mais

Bitcoin pode se recuperar após nova taxa de juros dos EUA

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • O Bitcoin geralmente cai antes das reuniões do FOMC e aumenta após o anúncio.
  • Os dados históricos mostram uma volatilidade significativa ligada às decisões do FOMC.
  • A próxima reunião do FOMC, em 12 de junho, já levou a uma queda de 8,25% no Bitcoin.
  • promo

O preço do Bitcoin costuma se tornar volátil perto das reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), que define a taxa de juros dos EUA.

Os dados históricos de reuniões recentes indicam que o preço do Bitcoin tende a cair antes das decisões sobre a taxa de juros do FOMC. Entretanto, ele volta a crescer após o anúncio.

Bitcoin cai antes do FOMC e se recupera depois

O Comitê Federal de Mercado Aberto é um órgão do Sistema da Reserva Federal responsável por supervisionar as operações de mercado aberto do país. As reuniões do FOMC são eventos cruciais em que são tomadas as principais decisões sobre a taxa de juros na qual os bancos emprestam uns aos outros e sobre a política monetária.

Essas reuniões geralmente ocorrem oito vezes por ano. Além disso, elas envolvem uma discussão aprofundada sobre a economia dos EUA e os vários fatores que influenciam seu desempenho.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

No dia 13 de dezembro de 2023, o FOMC decidiu manter as taxas estáveis entre 5,25% e 5,50%. Antes dessa reunião, o preço do Bitcoin caiu 8,76%. No entanto, após o anúncio, a criptomoeda cresceu 22,07%.

Esse padrão se repetiu no dia 31 de janeiro de 2024, quando o FOMC manteve as taxas estáveis de novo. Isso causou uma queda de 4,55% no valor do Bitcoin antes da reunião e um aumento de 26,34% em seguida.

A tendência continuou no dia 20 de março de 2024, com o Bitcoin caindo 11,82% antes da reunião do FOMC e subindo 18,09% após a decisão. Da mesma forma, no dia 1º de maio de 2024, o Bitcoin registrou uma queda de 12,69% antes de as taxas serem mantidas estáveis e um aumento de 15,95% após o anúncio.

Desempenho do preço do Bitcoin
Desempenho do preço do Bitcoin. Fonte: TradingView

Políticos querem derrubar taxa de juros

Olhando para a reunião do FOMC do 12 de junho de 2024, o Bitcoin já caiu 8,25%. Senadores americanos pediram ao Federal Reserve para cortar as taxas, citando os efeitos adversos da atual política monetária sobre a inflação e a economia.

“A política monetária do Fed não está ajudando a reduzir a inflação. Na verdade, ela está elevando os custos de habitação e seguro de automóveis – dois dos principais impulsionadores da inflação – ameaçando a saúde da economia e arriscando uma recessão que poderia levar milhares de trabalhadores americanos a perderem seus empregos”, afirmaram os senadores em sua carta ao presidente do Fed, Jerome Powell.

Considerando os dados históricos, os observadores do mercado preveem uma possível recuperação no preço do Bitcoin após o anúncio. O padrão consistente sugere que, independentemente da decisão do Fed, o Bitcoin geralmente se recupera e até prospera depois que a incerteza inicial em torno das reuniões do FOMC se dissipa.

A compreensão dessas tendências pode ajudar os investidores a tomar decisões informadas. Por fim, ela equilibra os riscos e as oportunidades apresentados pela volatilidade inerente do Bitcoin em torno dos principais anúncios econômicos.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados