Ver mais

Binance enfrenta acusações após demitir funcionário que sinalizou manipulação de mercado

2 mins
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • A Binance supostamente demitiu um funcionário por ter denunciado manipulação de mercado.
  • Wall Street Journal relata esquemas de manipulação de clientes VIP na Binance.
  • Exchange enfrenta problemas legais, com o fundador Zhao preso recentemente.
  • promo

A Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo, enfrenta alegações de ter demitido um funcionário que relatou uma possível manipulação do mercado.

Esse desenvolvimento intensificou o escrutínio sob o qual a exchange opera, pois levanta questões críticas sobre sua dedicação em manter um ambiente de trading justo.

Binance demite chefe de fiscalização de mercado enquanto seu cofundador enfrenta a pena de prisão

Conforme o Wall Street Journal (WSJ) a Binance demitiu o chefe da equipe de fiscalização de mercado após ele destacar as atividades manipuladoras da DWF Labs. Notadamente, essas práticas incluíam esquemas como pump-and-dump e wash trading. Portanto, essas ações violam os termos de uso da plataforma e podem atrair graves consequências legais nos mercados financeiros tradicionais.

O líder deposto e sua equipe, oriundos da esfera financeira convencional, tinham como objetivo sobretudo adequar as práticas da Binance aos padrões regulatórios. Suas investigações revelaram que alguns clientes “VIP” se envolveram em negociações ilícitas que comprometeram a integridade da plataforma.

Binance nega manipulação de mercado

Em resposta às alegações, um porta-voz da Binance negou qualquer tolerância à manipulação de mercado. Assim, a exchange se comprometeu a impedir negociações suspeitas, conforme a reportagem do WSJ

“Temos uma estrutura de vigilância robusta que identifica e toma medidas contra o abuso de mercado. Não favorecemos nenhum usuário individual, não importa o tamanho, em detrimento da segurança da plataforma”, disse um porta-voz da Binance ao WSJ.

Exchange enfrenta desafios regulatórios

Esse incidente faz parte de um contexto mais amplo de desafios regulatórios da Binance. No final de 2023, reguladores americanos repreenderam a plataforma por priorizar os lucros antes da proteção do usuário. Por fim, a Binance concordou com uma multa substancial de US$ 4,3 bilhões por violar os padrões de combate à lavagem de dinheiro.

Além disso, o fundador da Binance, Changpeng Zhao, foi recentemente condenado a quatro meses de prisão, destacando os contínuos problemas legais da exchange. A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) também apresentou acusações civis adicionais contra a Binance. Eles acusam a plataforma de enganar os investidores americanos sobre seus controles de risco e práticas de trading.

O WSJ alega que seu relatório sobre manipulação de mercado foi compilado a partir de investigações internas completas e análises de documentos e e-mails pertinentes da empresa. A publicação também sugere que, apesar do papel crucial da equipe de vigilância na conformidade regulamentar, suas recomendações eram frequentemente ignoradas se entrassem em conflito com os interesses de clientes importantes.

Leia mais: Binance Coin – Melhores carteiras para BNB

A equipe de vigilância aprimorou seus recursos com novas ferramentas de software que detectam e evitam práticas de trading manipuladoras. Apesar desses avanços, a demissão do líder de vigilância lança dúvidas sobre o compromisso da exchange, acima de tudo, com a transparência e a justiça.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados