Baleias estão de olho nestas criptomoedas para junho de 2024

3 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O acúmulo consistente de Bitcoin por detentores de baleias sugere uma perspectiva altista, reduzindo a oferta do mercado e criando uma pressão de alta nos preços.
  • As baleias Ethereum, que detêm mais de 100.000 ETH, aumentaram significativamente suas participações, indicando forte confiança no potencial de longo prazo da ETH.
  • A atividade das baleias XRP mostra uma acumulação ativa por parte de detentores de médio porte, apoiando os aumentos de preço e indicando uma perspectiva altista para o crescimento futuro da XRP.
  • promo

Compreender a atividade dos detentores de baleias é fundamental para analisar a dinâmica do mercado e prever futuros movimentos de preços das principais criptomoedas, como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Ripple (XRP).

A influência substancial dos detentores de baleias pode afetar significativamente a oferta, a demanda e o sentimento geral do mercado.

Baleias de Bitcoin causam pressão no preço do BTC

O acúmulo consistente de Bitcoin pelas baleias sugere uma perspectiva altista para o preço do ativo no próximo mês.

Os grandes detentores continuam a comprar e manter quantidades significativas de Bitcoin, reduzindo a oferta disponível no mercado. A redução da oferta, combinada com a demanda constante de investidores institucionais devido às aprovações de ETFs e à pressão de compra no varejo de detentores de curto prazo, cria uma pressão de alta sobre o preço.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

Assim, o preço do Bitcoin pode se estabilizar ou até mesmo aumentar se a atual tendência de acumulação continuar. As baleias estão demonstrando confiança ao manter suas posições.

Um gráfico da CryptoQuant mostra que as carteiras que detêm entre 100 e 10.000 BTC têm se acumulado de forma consistente e atingido novos máximos históricos em oferta mantida.

Apesar das pequenas flutuações e da realização ocasional de lucros durante os preços de pico, esses detentores de médio porte continuam aumentando suas pilhas de Bitcoin. Esse padrão de acumulação indica uma forte crença no valor futuro do Bitcoin entre as baleias, pois elas continuam a comprar mais BTC mesmo durante a volatilidade do mercado.

Oferta mantida por coortes de endereços (por saldo mantido).
Oferta detida por coortes de endereços (por saldo detido). Fonte: CryptoQuant

O que as baleias de Ethereum estão percebendo?

O Ethereum apresenta alguns desafios únicos na análise de baleias. O DeFi e os tokens de staking podem distorcer os dados ao dividir carteiras grandes em endereços menores. Isso pode fazer com que pareça que os grandes detentores são menos ativos do que realmente são.

No entanto, podemos descobrir informações valiosas combinando os acervos coletivos de carteiras com pelo menos 10.000 Ethereum.

Leia mais: Previsão de preços do Ethereum para 2024 / 2025 / 2030

As carteiras com mais de 100.000 ETH aumentaram suas participações em mais de 4% do fornecimento total de ETH em circulação nos últimos 4 meses. Assim, isso demonstra uma forte acumulação e confiança no ativo.

ETH Whales Holdings.
Participações de baleias em ETH. Fonte: Santiment

As participações de baleias atingiram um novo recorde histórico no final de maio, refletindo a forte confiança dos grandes investidores no potencial de longo prazo da Ethereum.

Além disso, um aumento significativo de preço ocorreu no final de maio, o que coincidiu com um aumento significativo nas participações de grandes detentores. Isso sugere que a acumulação por grandes detentores pode ter influenciado positivamente o preço.

Baleias de XRP mostram tendências de acumulação

O gráfico demonstra a dinâmica entre as participações de baleias na XRP e o preço da XRP nos últimos meses. Notavelmente, ele rastreia duas coortes principais de grandes detentores: endereços com mais de 1 milhão de XRP e aqueles com 100 milhões a 1 bilhão de XRP.

XRP Whales Holdings.
Participações de baleias XRP. Fonte: Santiment

A linha azul, que representa as participações de endereços com mais de 1 milhão de XRP, mostra um aumento gradual em sua porcentagem do fornecimento total de XRP. Essa estabilidade sugere que as maiores baleias estão confiantes em suas posições de longo prazo e mantêm um padrão de acumulação estável.

Por outro lado, a linha vermelha rastreia as participações de endereços com 100 milhões a 1 bilhão de XRP e exibe mais variabilidade. Há flutuações perceptíveis, especialmente no início de fevereiro e em meados de março, mas, em geral, esse grupo mostrou uma tendência de aumento em seus acervos.

Isso indica que as baleias de médio porte têm acumulado ativamente XRP.

As baleias especialmente aquelas na faixa de 100 milhões a 1 bilhão de XRP, têm comprado e acumulado ativamente a criptomoeda. Essa atividade de compra, portanto, teve um impacto positivo no preço da XRP, com períodos de acumulação alinhados com aumentos de preço. Enquanto isso, os maiores detentores (mais de 1 milhão de XRP) demonstraram confiança constante no potencial de longo prazo da XRP.

Em suma, o comportamento desses grupos de baleias indica uma perspectiva altista para a XRP, com a acumulação contínua provavelmente apoiando o crescimento futuro do preço.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados