O que é Lens Protocol – Guia para iniciantes

Atualizado por Airí Chaves

O Lens Protocol é uma releitura das mídias sociais baseada em blockchain para a era da Web3. No entanto, ao contrário das plataformas de mídia social contemporâneas, essa ramificação do projeto Aave adota a descentralização e deseja que todos os usuários possuam seu conteúdo e até monetizem.

Quais são as chances do Lens Protocol de iniciar uma revolução de mídia social para a web3? A tecnologia blockchain está envolvida no futuro das mídias sociais? Neste artigo abrangente, analisamos isso, bem como o que é o Lens Protocol e como ele funciona.

Neste artigo:

O que é Lens Protocol?

lens protocol

Lens Protocol é um projeto que busca reinventar os conceitos e possibilidades das mídias sociais na esfera da web3. 

Na web2as empresas de mídia social criam seus gráficos sociais de forma centralizada. Um gráfico social inclui nós que representam indivíduos, organizações e o relacionamento entre eles. As plataformas de mídia social típicas que utilizam gráficos sociais têm todas as informações registradas de forma centralizada. Em outras palavras, os usuários não possuem de fato as informações utilizadas na plataforma. O uso da tecnologia blockchain pode ajudar a devolver aos usuários regulares algum controle na web3.

O Lens Protocol se apresenta como um gráfico social descentralizado e combinável que funciona em blockchain. O programa procura fornecer maneiras fáceis para as partes interessadas criarem suas plataformas de mídia social web3. A propriedade do usuário está no centro do gráfico social, e a personalização dos recursos é uma parte essencial do projeto.

O projeto recebeu bastante atenção desde seu anúncio no início de 2022. Muito disso se deve à equipe que trabalha nele. O projeto é um desdobramento da Aave, uma das plataformas de empréstimos essenciais no Ethereum, e a ideia do fundador da empresa, Stani Kulechov.

Como o Lens Protocol funciona?

No centro do projeto está o uso de um gráfico social descentralizado. A criação disso geralmente é alcançada através do uso de um banco de dados gráfico (GDB). Um GDB usa estruturas gráficas que incluem nós, arestas e várias propriedades para armazenar dados. Em outras palavras, esses gráficos mostram os participantes de uma rede e a relação entre eles.

Para entender como o Lens Protocol realmente funciona, é melhor saber como ele é diferente de seus concorrentes atuais. Existem várias maneiras de estruturar um gráfico social. A maioria das plataformas de mídia social de alto perfil, como Facebook ou LinkedIn, usa um serviço centralizado. 

Os silos de dados também são usados ​​na criação de gráficos sociais. Nesse cenário, outros aplicativos que podem querer se integrar à plataforma não têm acesso aos dados. Isso significa que a estrutura da plataforma não é personalizável. Isso também significa que a plataforma pode estar sujeita a um único ponto de falha, onde pode ser inutilizada se o servidor ficar indisponível.

O Lens Protocol usa um gráfico social de código aberto e combinável. Isso pode ser usado livremente por criadores que desejam estabelecer sua própria plataforma de mídia social na web3. Os perfis de usuário são representados por meio de NFTs. A solução Polygon PoS camada 2 armazena todos os perfis. Além disso, a plataforma é compatível com carteiras como MetaMask, Gnosis Safe e Argent. Isso incentiva a interoperabilidade entre plataformas.

O que torna o Lens Protocol único?

lens protocol

O Lens Protocol promete oferecer as ferramentas para criar uma mídia social descentralizada, um mundo e condições equitativas para os interessados ​​em criar as suas próprias. Qualquer conteúdo postado pelo usuário, seja uma mudança de avatar ou um corpo de texto, está disponível na cadeia.

O uso da modularidade significa que usuários inovadores podem criar novos recursos. Cabe então à comunidade decidir se os endossa. Em outras palavras, essas ferramentas podem tornar a informação e o tipo de informação distribuído gratuitamente e acordado pelos membros da comunidade.

Por fim, o Lens Protocol sugere uma nova era de conectividade na tão esperada web3. O gráfico social combinável e descentralizado está disponível para todos os criadores. Com ele, novas plataformas de mídia social podem surgir. Esta é uma garantia para a sobrevivência da liberdade de expressão. E é uma maneira de garantir que as informações que você compartilha em seus perfis de mídia social continuem sendo suas.

Benefícios do Lens Protocol

As ferramentas do Lens Protocol existem para servir a comunidade web3. O protocolo é, tecnicamente, utilizável por qualquer pessoa que queira criar uma nova plataforma de mídia social. Além disso, esses recursos devem ser facilmente personalizáveis. A comunidade é quem decide quais desses recursos são mais frequentemente integrados.

Os benefícios do Lens Protocol incluem a propriedade dos dados, melhor conectividade, acesso a mais informações, uma rede sem permissão cujo serviço não pode ser interrompido e a falta de um ator central controlando as informações. 

Como usar o Lens Protocol

O design do Lens Protocol torna mais fácil para os criadores iniciarem seus perfis de mídia social ou para os apoiadores da web3 se conectarem com outros usuários. Existem alguns conceitos-chave que o protocolo emprega para atingir esses propósitos.

criação de um perfil NFT é o início da jornada de um usuário no Lens Protocol, e cada perfil é representado por um. Ter um perfil permite que o usuário adicione conteúdo ou se conecte com outras pessoas. Quando essa conexão for estabelecida, um ativo NFT-721 será criado e será exibido como o equivalente a um NFT-follow.

O conceito central gira em torno da ideia de NFTs de perfil. Cada usuário pode criar um, e isso permitirá que eles mantenham a propriedade total sobre seu conteúdo. Esses perfis integram todos os posts, comentários, reposts (conhecidos aqui como mirrors ). No ecossistema do Lens Protocol, todos eles são chamados de PublicaçõesVale ressaltar que endereços individuais possuem esses NFTs de perfil e que um endereço pode possuir vários NFTs desse tipo.

O módulo é outro conceito importante do Lens Protocol. Os módulos permitem que os usuários introduzam funcionalidades personalizadas no sistema. Cada um desses módulos representa um contrato inteligente na lista de permissões com código executado sob condições específicas. O sistema inclui três tipos de módulos.

  • Os módulos Seguir representam a ação de um usuário seguindo outro perfil. Os usuários configuram seus módulos de acompanhamento ao criar seus perfis exclusivos. Eles seguem um modelo de assinatura e são altamente personalizáveis.
  • Os módulos de coleta são usados ​​para criar artigos online.
  • Existem módulos de referência para interagir com outros usuários e comentar suas postagens.

Outros aspectos

O design do Lens Protocol, essencialmente, replica as funções de mídia social no contexto da tecnologia blockchain. A aplicação de cada um desses conceitos ocorre por meio do uso de contratos inteligentes.

As publicações contêm todo o conteúdo produzido por criadores, curadores e usuários regulares. Isso inclui postagens, comentários e espelhos.

Os comentários permitem que os usuários adicionem conteúdo adicional à postagem de outro perfil. Todos os comentários são armazenados em uma cadeia no perfil NFT desse usuário.

Os espelhos são semelhantes aos reposts e permitem que o conteúdo seja distribuído ainda mais pela rede. O conteúdo espelhado está sujeito às condições ditadas pelo perfil original que o postou originalmente.

Collect é um método para os criadores monetizarem seu conteúdo. Com isso, outros usuários podem cunhar NFTs do conteúdo publicado pelo perfil original nas condições estipuladas pela editora original.

Seguir permite que os usuários rastreiem outros perfis. A cunhagem Follow NFTs resulta no estabelecimento de tal conexão. Cada perfil pode determinar as condições para este tipo de conexão. Por exemplo, um perfil pode determinar que uma taxa de X quantidade de MATIC deve ser paga em tal cenário. Seguir NFTs também tem uma função de governança incorporada.

O Lens Protocol tem um token?

Atualmente, o Lens Protocol não possui um token nativo. No entanto, a probabilidade de que esse token seja introduzido no futuro é alta. Os usuários que aproveitam as inovações do protocolo agora estão certos em antecipar isso.

O Lens Protocol pode revolucionar as mídias sociais?

O uso de mídia social é onipresente, mas o conteúdo que os usuários comuns criam para esses sites não é deles. Além disso, esses sites têm o poder de censurar informações que não estejam de acordo com suas políticas.

A Web3 oferece uma melhoria e projetos como o Lens Protocol estão liderando essa transformação. Os usuários podem aproveitar o potencial da tecnologia blockchain para melhorar a experiência de mídia social e até mesmo personalizar sua plataforma de mídia social. Seja o Lens Protocol ou algum outro projeto, os benefícios da web3 para mídias sociais são aparentes e podem ter um impacto significativo.

Perguntas frequentes

O que é o Lens Protocol?

O Lens Protocol é um gráfico social descentralizado e combinável. Em outras palavras, é um projeto que oferece aos usuários as ferramentas para criar suas próprias plataformas de mídia social usando a tecnologia web3

Como usar o Lens Protocol?

Os usuários precisam criar um perfil no Lens Protocol que resulte na cunhagem de um NFT no blockchain. Isso permite que todos os usuários interajam com outros perfis. Todo o conteúdo que eles enviam para a plataforma permanece disponível na cadeia.

Se você quiser saber mais sobre o Lens Protocol, confira os nossos artigos educacionais. Afinal, aqui você pode encontrar todas as informações de que precisa para começar!

Além disso, junte-se à nossa comunidade no Telegram para conversar com usuários reais sobre trading de criptomoedas.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade. Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores. Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.