Ver mais

Exchanges de criptomoedas mais seguras em fevereiro de 2024

6 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

O crescimento do mercado de criptomoedas levou ao surgimento de várias exchanges de criptomoedas. Cada uma dessas exchanges oferece diferentes métodos de financiamento, pares de negociação e estruturas de taxas. Mas talvez a característica mais importante para diferenciá-las seja a segurança.

À medida que as criptomoedas aumentam em capitalização de mercado, tornou-se mais importante do que nunca garantir que seus ativos estejam seguros e que as exchanges adotem medidas de segurança de alto nível.

Neste artigo, vamos conferir quais são as exchanges mais seguras do mercado.

Exchanges de criptomoedas mais seguras em fevereiro de 2024

Criptomoedas
mais de 185
Disponibilidade
Brasil e 150+
Métodos de pagamentos
Cartão de crédito e débito e depósito bancário
Criptomoedas
mais de 100
Disponibilidade
Brasil e 100+
Métodos de pagamentos
PIX, cartão de crédito e débito
Criptomoedas
mais de 350
Disponibilidade
Brasil e 100+
Métodos de pagamentos
PIX, cartão de crédito e débito e depósito bancário
Criptomoedas
mais de 600
Disponibilidade
Brasil e 180+
Métodos de pagamentos
PIX e cartão de crédito e débito

O que faz uma exchange de criptomoedas ser segura?

Existem vários aspectos que tornam uma exchange segura, como licenças, armazenamento de ativos e segurança da conta. As melhores exchanges de criptomoedas, em suma, combinam segurança de ponta com licenciamento e auditoria rigorosos.

Regulamentação

A exchange possui licença no país onde opera? Pode ser a CVM para o Brasil, FINTRAC para o Canadá, AUSTRAC para a Austrália, FINCEN ou licenças estaduais para exchanges dos EUA, ou FCA para exchanges do Reino Unido, entre outras. Se você está buscando uma exchange e ela não possui licença, é melhor evitá-la.

Suporte ao cliente

A exchange oferece suporte ao cliente via chat ao vivo ou telefone? Uma exchange precisa ter algum tipo de suporte ao cliente facilmente acessível em caso de problemas. Desconfie de exchanges com suporte ao cliente ruim ou inexistente.

Armazenamento

A exchange guarda a maioria dos ativos em carteiras quentes ou frias? É importante que a maioria dos ativos dos usuários seja mantida em carteira fria, o que os torna inacessíveis em caso de hackeamento. Verifique se a exchange que você está usando mantém pelo menos 90% dos fundos em uma carteira fria, se possível, sem conexão à internet.

Autenticação de Dois Fatores (2FA)

A exchange exige que os usuários ativem 2FA ou outras opções de rastreamento de IP ou lista de IPs permitidos? Esses recursos ajudam a garantir que apenas o titular da conta possa realizar transações. É um sinal de segurança se a exchange exigir o uso de 2FA, pois demonstra que eles valorizam a participação dos usuários na segurança de suas próprias contas.

Recompensas por bugs

A exchange oferece recompensas por bugs? Em suma, isso incentiva os usuários a encontrar falhas na programação para melhorar a segurança. É positivo quando uma exchange oferece esse tipo de recompensa, pois demonstra confiança na segurança e um compromisso contínuo com melhorias, o mesmo vale para testes de penetração.

Perguntas frequentes

Qual a exchange mais segura?

Como escolher uma boa exchange?

Qual exchange tem mais criptomoedas?

Melhores plataformas de criptomoedas | Fevereiro 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e com o objetivo único de informar. Qualquer atitude tomada pelo usuário a partir das informações veiculadas no site é de sua inteira responsabilidade.
Na seção Aprender, nossa prioridade é fornecer informações de alta qualidade. Nós tomamos o tempo necessário para identificar, pesquisar e produzir conteúdo que seja útil para nossos leitores.
Para manter esse padrão e continuar a criar um conteúdo de excelência, nossos parceiros podem nos recompensar com uma comissão por menções em nossos artigos. No entanto, essas comissões não afetam o processo de criação de conteúdo imparcial, honesto e útil.

Airi-Chaves-2.png
Airí Chaves
Formada em marketing pela Universidade Estácio de Sá e com um mestrado em liderança estratégica pela Unini, escreve para diversos meios do mercado de criptomoedas desde 2017. Já escreveu para diversas exchanges brasileiras, como a BitcoinTrade e outras empresas da indústria web3. Hoje usa todo o conhecimento adquirido na missão de educar e informar de forma simples sobre assuntos que não são acessíveis a todos.
READ FULL BIO