Ver mais

Análise Bitcoin: o que diferentes tempos gráficos indicam para o ativo?

3 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Gráfico semanal mostra que o Bitcoin está próximo de perder um nível crítico de preço.
  • No gráfico diário, o preço do Bitcoin vem fazendo topos e fundos mais baixos desde 14 de abril.
  • O gráfico de 1 hora aponta uma tendência de alta no curto prazo.
  • promo

O Bitcoin (BTC) passou essa semana negociado próximo ao nível de US$ 27.000. Fase de consolidação continuará ou o ativo começará uma nova tendência?

No fechamento da matéria, a maior criptomoeda do mercado era negociada a US$ 26.725, segundo o CoinGecko. Com uma valorização discreta de 1,4% nas últimas 24 horas, o BTC parece não ter decidido qual tendência trilhar.

Dessa forma, a análise da movimentação de preço e de indicadores técnicos se torna necessária para a projeção dos próximos movimentos do ativo.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Bitcoin em nível crítico no gráfico semanal

O gráfico semanal mostra que o Bitcoin está próximo de perder um nível crítico de preço. Isso porque o ativo encaminha seu terceiro dia consecutivo abaixo da média móvel exponencial (EMA) de 100 dias (azul), um claro sinal de baixa. Atualmente, a EMA se encontra em US$ 27.600, e recuperá-la indicaria que a tendência é de alta.

O nível atual de preço se aproxima da resistência de um padrão de retângulo, do qual o Bitcoin foi negociado de julho de 2022 até o início deste mês de maio. Voltar para a faixa de preço desse padrão poderia indicar uma queda até o nível de US$ 24.000, onde se encontra a EMA de 200 dias (laranja).

Análise Bitcoin: o que diferentes tempos gráficos indicam para o ativo?
Gráfico semanal do BTC no TradingView

Se o BTC não encontrar suporte nesta média, o preço pode cair até US$ 21.000, valor próximo a metade deste retângulo.    

Por fim, vale notar que o volume de negociação das últimas semanas é bem abaixo do visto no primeiro trimestre do ano. Até que ocorra um rompimento em uma das direções, confirmado por um alto volume, o Bitcoin continuará em fase de acumulação.

Gráficos de médio prazo indicam queda para o BTC

No gráfico diário, o preço do Bitcoin vem fazendo topos e fundos mais baixos desde 14 de abril. Apesar disso, não fechou nenhum candle abaixo da média móvel exponencial de 100 dias (azul), que tem sido um suporte sólido neste período.

Além do mais, foi formado um candle martelo de alta na quinta-feira (25), o que indica uma potencial reversão para uma tendência de alta. A movimentação de preço também formou um canal paralelo de baixa, que geralmente leva a rompimentos de alta.

Análise Bitcoin: o que diferentes tempos gráficos indicam para o ativo?
Gráfico diário do BTC no TradingVieww

Caso um rompimento não ocorra e o preço volte a cair, o BTC pode encontrar suporte próximo a US$ 25.000. Neste nível de preço se encontra a EMA de 200 dias (laranja) e a linha de suporte do canal paralelo de baixa.

Este cenário de queda ganha mais força devido ao gráfico de quatro horas. Nele, a EMA de 100 cruzou abaixo da EMA de 200, um claro sinal de tendência de baixa. Além disso, o Bitcoin formou um topo triplo (linha amarela) e um fundo mais baixo que o anterior nas últimas 24 horas (círculo laranja).

Análise Bitcoin: o que diferentes tempos gráficos indicam para o ativo?
Gráfico de quatro horas do BTC no TradingVieww

Portanto, romper o nível do topo triplo, perto de US$ 27.500, seria um forte sinal de tendência de alta e indicaria que o rompimento acima do canal paralelo de alta pode ocorrer.

Cenário de alta no curto prazo

Mais utilizado por traders e investidores que realizam operações intradiárias, o gráfico de 1 hora aponta uma tendência de alta para o Bitcoin no curto prazo.

Neste intervalo de tempo, a média móvel de 9 dias (azul) cruzou acima da média móvel de 21 dias (laranja) nas últimas 24 horas. Além disso, o preço está bem próximo de romper a resistência de um canal paralelo de alta.

Gráfico de 1 hora do BTC no TradingVieww

Caso esse rompimento ocorra, o BTC pode revisitar os topos feitos em US$ 27.000 e US$ 27.500. Entretanto, novas quedas não podem ser descartadas, visto que os canais paralelos de alta geralmente levam a quebras abaixo de suas linhas de suporte.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados