Ver mais

Qual o impacto da venda de Bitcoin pela Alemanha, segundo especialistas?

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Dados on-chain mostram que as recentes liquidações da Alemanha envolveram mais de 16.000 BTC em um único dia.
  • Especialistas discutem os possíveis efeitos de longo prazo da liquidação.
  • O preço do Bitcoin caíu quase 13% desde então.
  • promo

De acordo com dados on-chain da plataforma de análise de blockchain Arkham Intelligence, o governo da Alemanha continuou a vender grandes quantidades de Bitcoin (BTC) na segunda-feira (8).

O governo enviou 2.738,7 BTC, equivalente a US$ 155,3 milhões, para mercados e exchanges como Kraken, Cumberland e o endereço ‘bc1qu’.

Mercado reage à venda de Bitcoin da Alemanha

Primeiramente, o governo alemão enviou outros 1.533 BTC, ou US$ 87,6 milhões, nas últimas horas. Antes disso, ele não tinha nenhuma interação anterior com os endereços Cumberland ou bc1qu.

Algumas horas após a transação inicial, o governo alemão enviou mais 8.100 BTC, avaliados em US$ 463,2 milhões, para exchanges e formadores de mercado, incluindo US$ 200 milhões para a Flow Traders. Pouco depois desse segundo lote, o governo enviou outros 5.200 BTC, ou US$ 297,3 milhões, para a Kraken, Bitstamp, Coinbase e 139Po.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Isso resultou no maior dia único de vendas, envolvendo quase 16.000 BTC transferidos no total. Menos da metade do que foi apreendido da Movie2k, as atuais participações em Bitcoin do governo estão em 23.787,7 BTC, avaliadas em US$ 1,35 bilhão.

É interessante notar que os dados da Arkham mostram que as autoridades alemãs receberam quase 3.000 BTC de volta no final do dia, principalmente da Coinbase, Kraken e Bitstamp. As recentes vendas de BTC do governo alemão provocaram discussões entre os especialistas do setor.

Transferências de Bitcoin do governo alemão para exchanges e formadores de mercado.
As transferências de Bitcoin do governo alemão para exchanges e formadores de mercado. Fonte: Arkham Intelligence

Especialistas falam sobre vendas

O fundador e CEO da CryptoQuant, Ki Young Ju, compartilhou seus pensamentos sobre a situação. Ele comentou que o mercado de Bitcoin continua sendo fortemente influenciado por “psyops”.

“A venda de BTC pelo governo é insignificante em comparação com a liquidez geral, e a maioria das participações em BTC da Mt. Gox não foi transferida para credores. O [Cripto Twitter] ainda culpa as vendas do governo pela queda. O dinheiro inteligente está substituindo o dinheiro burro. Ainda estamos no início”, escreveu ele em seu perfil no Twitter (X).

O trader cripto Alex Krüger, em seguida, forneceu uma análise detalhada das vendas. Ele apontou que essa era a reta final da liquidação alemã e que, no final, as moedas acabariam se esgotando. Além disso, ele sugeriu que o mercado poderia absorver o restante em um único furo, assim como aconteceu com os fluxos da Mt. Gox.

Por fim, Daan Crypto concordou com esses sentimentos. Ele afirmou que a redução do saldo de Bitcoin do governo alemão se deve parcialmente à queda dos preços e à diminuição da pilha. Ele acredita que o impacto deve diminuir lentamente com o tempo.

Além disso, no último fim de semana, o governo alemão enviou outros 700 BTC, no valor de US$ 40,47 milhões, para o endereço ‘139PoP’. As contínuas liquidações do governo alemão inegavelmente agitaram o mercado, o que se refletiu no desempenho do preço do Bitcoin desde o início da onda de vendas.

Quando o governo alemão iniciou as transferências, no dia 19 de junho, o Bitcoin era negociado em torno do nível de US$ 65.000. Desde então, o preço atingiu US$ 56.586, marcando uma queda de quase 13%.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados