Ver mais

Acusados de terrorismo moveram fundos na Binance, segundo autoridades da Alemanha

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A Bundeskriminalamt (BKA) acredita que dois suspeitos de envolvimento no ataque terrorista de Viena usaram criptomoedas para financiar o atentado.
  • Um dos suspeitos realizou saques de criptomoedas na Binance para uma conta bancária sem nome.
  • Agência federal de investigações enviou uma carta para a exchange pedindo mais informações sobre as movimentações dos dois suspeitos.
  • promo

A Bundeskriminalamt (BKA), agência federal de investigações da Alemanha, informou à Binance que dois possíveis cúmplices do ataque terrorista de Viena em 2020 usaram a exchange para financiar o atentado.

Segundo informações da Reuters, a BKA enviou uma carta para a Binance em março deste ano pedindo mais informações sobre as movimentações de dois de seus usuários, Drilon G e Blinor S.

Nascidos na Alemanha e no Kosovo, respectivamente, ambos são suspeitos de serem cúmplices do ataque terrorista de Viena, ocorrido no dia 2 de novembro de 2020. Na ocasião, dois jovens dispararam contra bares e restaurantes da capital da Áustria, matando quatro pessoas e deixando 22 feridos.

Em julho de 2021, o Procurador-Geral da Alemanha já havia informado que os possíveis cúmplices sabiam com antecedência do ataque e mantinham contato com Kujtim Fejzulai, um dos atiradores do atentando, morto pelas autoridades locais.

Porém, nenhuma acusação ou denúncia formal foi feita, com Drilon G e Blinor S sendo apenas colocados na lista de suspeitos do caso. Agora, segundo a carta da BKA, as movimentações dos indivíduos na Binance podem trazer novas evidências sobre o possível envolvimento de ambos no atentado.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Atividades na Binance

A BKA afirma que ambos os suspeitos compraram e venderam criptomoedas através de suas contas na Binance, apesar de não especificar quais ativos cripto e suas respectivas quantidades foram movimentas na exchange.

No entanto, a autoridade alemã destaca que Blinor S conseguiu realizar inúmeras transações usando uma conta bancária sem nome, enquanto Drilon G teria códigos de verificação da Binance em seu celular.

Através da carta, a BKA solicita que a Binance fornecesse mais informações e detalhes sobre as movimentações feitas pelos suspeitos. Até o momento, nem a agência federal e nem a exchange se manifestaram sobre a matéria da Reuters.

Já Blinor S disse para a agência de notícias que abriu uma conta na Binance somente para investir em criptomoedas. O acusado ainda destaca que sabia que todas as transações realizadas na exchange são rastreáveis, e que não usou seus ativos cripto para financiar o ataque.

O advogado de ambos os suspeitos ainda enfatizou que nenhuma acusação ou mandado de prisão foi feita até o momento.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados