Ver mais

Zaros.fi: A nova startup brasileira que promete popularizar o DeFi

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A Zaros.fi aposta na previsibilidade de rendimentos dos Liquid Staking Tokens para atrair mais investidores.
  • Avaliada em R$ 50 milhões a startup captou R$ 2,75 milhões para desenvolver seu projeto.
  • promo

Desenvolvida pelos brasileiros Pedro Bergamini e Guilherme Bettanin, a Zaros.fi captou R$ 2,75 milhões no mês passado e foi avaliada em R$ 50 milhões.

O objetivo da startup é agregar a liquidez do DeFi e o volume de negociação para derivativos on-chain.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

O protocolo pretende atrair a liquidez de exchanges centralizadas

Em comunicado a revista Exame, Guilherme Bettanin diz que inicialmente a ideia é lançar novos produtos através da infraestrutura da Zaros. “Aproveitando a melhor experiência de usuário, fornecendo ferramentas de qualidade profissional para traders e modelos de provisionamento de liquidez eficientes para alcançar a base de usuários das exchanges centralizadas”, explica Bettanin e acrescenta:

“Estamos criando o primeiro protocolo que permite real-yield em Liquid Staking Tokens, e isso é apenas o começo.”

Além de ser um dos criadores da Zaros.fi Bettanin também é cofundador da Alma DAO, criada por grandes empreendedores para educar e investir na Web3.

Real-yield em Liquid Staking Tokens

Ao contrário dos modelos tradicionais, no real-yield a receita é distribuída no token dominante da rede ou uma stablecoin ao invés do token do protocolo.

Desta forma a Zaros pretende impulsionar a recompensa de investidores com rendimentos reais e previsíveis. A startup também lançará sua própria stablecoin a zrsUSD.

Atualmente os liquid staking tokens totalizam cerca de 40% do valor total bloqueado (TVL) DeFi.

Além disso, a plataforma quer “superar as limitações de negociação DeFi”. Para isso vai oferecer trade alavancado em diversos ativos.

O fundador e CEO da Balancer, Fernando Martinelli, o fundador e CEO da Illuvium, Kieran Warwick, o ex-tesoureiro e OTC da Foxbit, Henrique Cardoso e o head da TC Crypto, Jorge Souto, são alguns dos investidores que participaram da rodada de investimento que captou R$ 2,75 milhões.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados