Yuan digital deve desafiar o Dólar, diz especialista

EM RESUMO
  • O yuan digital pode representar uma séria ameaça ao dólar americano.
  • Alguns países querem reduzir sua dependência do dólar americano ao fazer negociações.
  • China quer ser a líder global em blockchain.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

O yuan digital da China pode representar um sério desafio ao domínio do dólar americano, segundo um especialista em fintech.

Richard Turrin, autor de Cashless: China’s Digital Currency Revolution, comentou sobre o yuan digital no Squawk Box Asia da CNBC.

“Lembre-se, a China é o maior país comercial e você verá o yuan digital lentamente suplantar o dólar ao comprar coisas da China”, disse ele. “Se considerarmos cerca de cinco a 10 anos, sim, o yuan digital pode desempenhar um papel significativo na redução do uso do dólar no comércio internacional.”

Ele afirma que alguns países querem reduzir sua dependência do dólar americano ao fazer negociações, acelerando a adoção do yuan digital.

“O que você verá no futuro é uma reversão, um exercício de gerenciamento de risco que busca reduzir lentamente e talvez apenas um pouco a dependência do dólar, de 100% para 80%, 85%”, disse ele.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Yuan digital sendo desenvolvido há vários anos

O Banco Popular da China está trabalhando no lançamento de sua moeda digital de banco central (CBDC) desde 2014. Estima-se que o país asiático esteja na frente de outros grandes países na corrida para lançar sua própria moeda digital.

Em novembro do ano passado, a China propôs estabelecer uma exchange com sede em Pequim para negociar ativos digitais como parte do plano do Conselho de Estado para apoiar os serviços financeiros na capital. A exchange também serviria para promover o uso do yuan digital.

O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação e o Escritório da Comissão Central de Assuntos do Ciberespaço também querem testes mais rápidos do CBDC e instruíram os bancos institucionais a criar a infraestrutura necessária com as empresas utilizarem o ativo.

O país vem se tornando o líder global em poder de blockchain nos próximos cinco anos, nacionalizando a indústria e banindo criptomoedas privadas.

Durante os Jogos Olímpicos de Inverno deste ano, a China instalou pelo menos 261 milhões de carteiras digitais, o equivalente a um quinto de sua população, para o seu CBDC o renminbi digital (RMB). O relatório disse que o volume de transações atingiu 87,5 bilhões, após vários pilotos bem-sucedidos nas principais cidades.

No entanto, Turrin rejeitou as especulações de que a China usaria o CBDC para ajudar a Rússia a contornar as amplas sanções econômicas impostas pelo Ocidente por invadir a Ucrânia.

“O yuan digital é um bebê no sentido de que está em julgamento, mas ainda não foi lançado no mercado interno, nem teve nenhum teste internacional”, disse ele.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.