Ver mais

XCN, SOL, APT, AXS e Sand lideraram as perdas do mercado cripto – análise das piores da semana

3 mins
Por Valdrin Tahiri
Traduzido Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A XCN está negociando em mínimas históricas.
  • A SOL quebrou uma área de suporte crucial.
  • APT e SAND estão seguindo linhas de resistência descendentes.
  • promo

Confira a análise das cinco altcoins que mais caíram em todo o mercado de criptomoedas na semana passada, especificamente de 23 a 30 de dezembro.

Esses ativos digitais despertaram a atenção e foram o foco das notícias do mercado cripto:

  1. A Chain (XCN) caiu 33,83%
  2. A Solana (SOL) caiu 22,87%
  3. O Aptos (APT) caiu 15,36%
  4. O Axie Infinity (AXS) caiu 15,00%
  5. A Sandbox (SAND) caiu 14,68%
  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

A XCN é a altcoin de pior desempenho

A XCN caiu abaixo de uma linha de resistência descendente desde 27 de setembro. A linha causou uma rejeição em 1º de novembro (ícone vermelho) levando à aceleração do movimento de queda. Isso levou a uma nova mínima histórica de US$ 0,011 em 30 de dezembro.

Não há sinais de reversão neste nível de preço. Como resultado, o movimento descendente provavelmente continuará. Se a XCB recuperar a área de resistência de US$ 0,035 indicará o início de uma reversão de alta.

XCN, SOL, APT, AXS e Sand lideraram as perdas do mercado cripto - análise das piores da semana
Gráfico diário XCN/USD. Fonte: TradingView

A SOL quebra abaixo do suporte crucial

A SOL caiu da área de suporte horizontal de US$ 30 durante a primeira semana de novembro. O movimento de queda foi rápido, levando a uma mínima de US$ 8 em 30 de dezembro.

Se o movimento descendente continuar, a próxima área de suporte mais próxima será de US$ 4,20, uma queda de 55% em relação ao preço atual.

O RSI semanal caiu abaixo de 25 e não gerou nenhuma divergência de alta. Isso sugere que a tendência ainda é de baixa e torna provável a continuação do movimento de queda.

A SOL precisa recuperar a área de US$ 30 para que a tendência seja considerada de alta.

XCN, SOL, APT, AXS e Sand lideraram as perdas do mercado cripto - análise das piores da semana
Gráfico semanal SOL/USDT. Fonte: TradingView

O APT retoma o movimento descendente

O APT caiu abaixo de uma linha de resistência descendente desde 23 de outubro. Mais recentemente, a linha causou uma rejeição em 16 de dezembro (ícone vermelho) e quebrou a área de suporte de US$ 3,95 no dia seguinte. Este é um desenvolvimento importante, uma vez que a área existe desde 8 de novembro.

Da mesma forma que a SOL, o RSI caiu abaixo de 30 e não gerou nenhuma divergência de alta.

Se o movimento descendente continuar, a área de suporte mais próxima será de US$ 2,22, criada pela retração de Fibonacci externa de 1,61 do salto mais recente.

XCN, SOL, APT, AXS e Sand lideraram as perdas do mercado cripto - análise das piores da semana
Gráfico diário APT/USDT. Fonte: TradingView

O AXS quebra o suporte ascendente

O AXS aumentou junto com uma linha de suporte ascendente desde 9 de novembro. Esse movimento ascendente levou a uma alta de US$ 10,40 em 5 de dezembro. No entanto, o preço caiu desde então e quebrou a linha de suporte ascendente em 16 de dezembro.

Depois de validá-lo como resistência em 22 de dezembro (ícone vermelho), o preço do AXS retomou seu movimento de queda e está próximo de uma nova mínima anual. Se a queda continuar, a área de suporte mais próxima seria de US$ 4,50, criada pela retração de Fibonacci externa de 1,61 do salto mais recente.

Se o AXS recuperar a linha de suporte ascendente significa a retomada da tendência de alta.

XCN, SOL, APT, AXS e Sand lideraram as perdas do mercado cripto - análise das piores da semana
Gráfico diário AXS/USDT. Fonte: TradingView

A SAND pode cair 45%

A SAND caiu abaixo de uma linha de resistência descendente desde que atingiu a máxima histórica de US$ 7,94 em novembro de 2021. A linha causou uma rejeição na primeira semana de novembro (ícone vermelho), rompendo a área de suporte horizontal de US$ 0,80 no processo. Isso levou a uma mínima de US$ 0,38 em 29 de dezembro.

Se o movimento descendente continuar, a área de suporte mais próxima seria de US$ 0,21, uma queda de 46% em relação ao preço atual.

Por outro lado, recuperar a área de resistência de US$ 0,80 significa que a tendência é de alta.

Gráfico semanal SAND/USDT. Fonte: TradingView

Para a análise mais recente do mercado cripto do BeInCrypto, clique aqui.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Sound Designer de profissão e apaixonado por comunicação, Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados