WAVES, MATIC e GRT entre as piores criptomoedas da semana

Atualizado por Anderson Mendes
EM RESUMO
  • Se a WAVES voltar a subir, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 7.
  • MATIC está em processo de rompimento do canal paralelo de baixa.
  • ZEC ainda não recuperou a área horizontal de US$ 54, que agora se transformou em resistência.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Análise das cinco criptomoedas que mais caíram entre os dias 24 de junho a 1º de julho, incluindo o The Graph (GRT), que criou um padrão de alta durante esse período.

As criptomoedas que mais desvalorizaram na semana foram:

  1. Waves (WAVES): -21,33%
  2. Polygon (MATIC): -18,63%
  3. Ziliqa (ZIL): -18,41%
  4. Zcash (ZEC): -16,95%
  5. The Graph (GRT): -16,88%
  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

WAVES

A WAVES está seguindo uma linha de tendência de baixa desde 19 de maio. Até agora, a linha rejeitou o preço quatro vezes, a mais recente em 23 de junho (ícone vermelho).

A área de suporte mais próxima é encontrada em US$ 4,60. Se o token conseguir romper acima dessa linha, a área de resistência mais próxima estaria em US$ 7.

Gráfico da WAVES no TradingView

MATIC

MATIC vem caindo dentro de um canal paralelo de baixa desde o último domingo (26). O movimento levou a uma mínima de US$ 0,418 feita na quinta-feira (30). Isso validou a linha de suporte do canal.

Depois, o salto que se seguiu validou a área horizontal de US$ 0,45 como suporte. Atualmente, a MATIC está em processo de rompimento do seu canal paralelo de baixa. Se for bem-sucedido em realizar esse movimento, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 0,525, criada pelo nível de retração de 0,5 de Fibonacci.

Gráfico da MATIC no TradingView

ZIL

A ZIL vinha caindo abaixo de uma linha de tendência de baixa desde o último domingo. Esse movimento levou a uma mínima de US$ 0,035 feita na quinta-feira. Depois, o preço saltou e validou a linha de tendência mais uma vez (ícone vermelho).

Caso o token consiga romper essa linha, a área de resistência mais próxima seria encontrada em US$ 0,43, criada pelo nível de retração de 0,5 de Fibonacci.

Gráfico da ZIL no TradingView

ZEC

A ZEC vem caindo abaixo de uma linha de tendência de baixa desde o último domingo. O movimento levou a um fundo feito em US$ 51,8 quatro dias depois. Esse valor representou uma nova mínima anual de preço.

Embora o preço tenha subido desde então, ele ainda não recuperou a área horizontal de US$ 54, que agora se transformou em resistência. A área também coincide com a linha de tendência de baixa mencionada acima.

Um possível rompimento acima dela pode levar a ZEC até US$ 61,5. Atualmente, não há sinais de reversão que sugiram que isso seja provável.

Gráfico da ZEC no TradingView

GRT

GRT vem caindo abaixo de uma linha de tendência de baixa desde 15 de maio. O movimento levou a uma nova mínima histórica de preço de US$ 0,089 feita na quinta-feira.

Apesar dessa queda, o preço criou um padrão de fundo duplo entre 13 e 30 de junho. O fundo duplo é considerado um padrão de alta, o que significa que novos saltos de preço ocorrem na maioria das vezes.

Se o GRT conseguir romper acima de sua linha de tendência de baixa, a próxima resistência será encontrada em US$ 0,15.

Gráfico do GRT no TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.