Ver mais

Wash trading com NFTs mais que dobrou em fevereiro, revela relatório

2 mins
Atualizado por Anderson Mendes

EM RESUMO

  • Um relatório do CoinGecko aponta um aumento de 126% nas negociações wash trading de NFTs em fevereiro.
  • Negociações NFT deste tipo movimentaram US$ 580 milhões no segundo mês deste ano.
  • De acordo com Mark Cuban, operações wash trading podem implodir todo o mercado cripto.
  • promo

Um relatório promovido pelo CoinGecko aponta um aumento de 126% nas negociações wash trading de tokens não fungíveis (NFTs) em fevereiro.

Negociações wash trading movimentaram US$ 580 milhões no segundo mês deste ano, frente os US$ US$ 250 milhões registrados em janeiro. De acordo com o famoso agregador de dados da indústria cripto, esse aumento se deve a recuperação que a indústria teve no período.

No entanto, esse montante pode ser ainda maior, visto que o relatório abordou somente as negociações realizadas em cinco marketplaces: OpenSea, Magic Eden, Blur, X2Y2 e LooksRare. Nesse sentido, o X2Y2 tem sido o mais aderido pelos fraudadores, que lavaram US$ 280 milhões através da plataforma.

Em segundo lugar vem o Blur, que ganhou destaque nas últimas semanas ao roubar o protagonismo da OpenSea – maior mercado de negociações NFT do mundo. No entanto, o estudo do CoinGecko mostrou que US$ 150 milhões do seu volume total é de wash trading, e não de transações autênticas.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Os riscos do wash trading

Wash trading é o nome dado ao tipo de operação que tem como objetivo inflar artificialmente o preço de um ativo. Normalmente, um mesmo usuário ou grupo fica realizando transações de compra e venda para si mesmo, visando com isso atrair a atenção de outros investidores. Estes, por sua vez, são enganados ao achar que o ativo em questão está se valorizando devido a um aumento de demanda do mercado.

Embora essa atividade seja considerada ilegal nos principais mercados de capitais, ela tem sido usada com frequência no mercado de ativos cripto. Um dos motivos, além da falta de regulamentação e supervisão do setor, é o anonimato das transações.

Apesar das redes blockchains oferecerem a checagem de todas as negociações concluídas, muitas vezes é impossível saber quem são os indivíduos por trás de cada parte envolvida. Dessa forma, agentes mal-intencionados podem comprar e vender de si mesmo sem serem identificados.

Em janeiro, o o investidor Mark Cuban alertou para os riscos desse tipo de operação. Segundo o bilionário, o wash trading pode ser o responsável pela próxima implosão de toda a indústria cripto.

Em relação aos NFTs, essa prática pode ser ainda mais danosa. No ano passado, um estudo da CryptoSlam concluiu que 95% das negociações de tokens não fungívies eram wash trading.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados