Ver mais

Warren Buffett: “Não sei como voltar no tempo do Bitcoin”

2 mins
Por Eduardo Venegas
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • O bilionário mais uma vez desqualificou o Bitcoin e o acusou de ser "um jogo onde todo mundo fica animado"
  • Warren Buffet reiterou que a criptomoeda carece de valor intrínseco.
  • Ele admitiu que é “muito humano” e “compreensível” que as pessoas achem o BTC atraente porque acreditam que é “dinheiro fácil”.
  • promo

O investidor e bilionário Warren Buffet admitiu que o Bitcoin (BTC) está crescendo rapidamente. Buffet comparou a criptomoeda à roleta russa, dizendo que as pessoas desejam jogar mesmo sem haver um valor intrínseco.

Em entrevista à CNBC, o fundador e CEO da Berkshire Hathaway mais uma vez declarou sua animosidade pela maior criptomoeda do mundo, o Bitcoin.

Fonte: Twitter

O bilionário expressou que é “muito humano” e “compreensível” que as pessoas achem o BTC atraente quando comparada ao dinheiro fácil, o que as faz acreditar que podem ficar ricas rapidamente.

Leia mais: As 10 criptomoedas para investir em janeiro de 2024

“Algo como o Bitcoin, uma vez liberado, você não pode colocá-lo de volta na parede. É um token de jogo e não tem valor intrínseco e você sabe. Não tem valor. Quer dizer, é inútil, mas isso não impede as pessoas de quererem jogar incansavelmente e se vale mais, há vencedores e as pessoas ficam entusiasmadas.”

A longa história de críticas ao Bitcoin

Não é a primeira vez que Warren Buffet mostra sua rejeição às criptomoedas. No ano passado, ele zombou do Bitcoin, dizendo que não tem interesse em investir no ativo:

“Se você possuísse todos os Bitcoins em circulação no mundo e me oferecesse por US$ 25, eu não compraria. Porque eu não sei o que fazer com isso. O preço do Bitcoin depende se você paga mais no próximo do que no anterior.”

Seu fiel sócio e vice-presidente da Berkshire Hathaway, Charlie Munger, também não é fã das criptomoedas. Munger afirmou que o BTC é “estúpido”. Ele ainda disse que o crescimento do mercado de criptomoedas prejudica a reputação dos Estados Unidos.

“Bitcoin está fazendo barulho”, de acordo com Warren

Warren Buffett admitiu que o Bitcoin é atraente porque é como uma aposta, e lembrou que fez uma no futebol que lhe rendeu US$ 550. Isso explica a sua analogia do relógio em relação ao Bitcoin.

“A vontade de participar de algo que parece dinheiro fácil é um instinto humano que foi desencadeado; sempre esteve lá. Sempre alguém ganha e as pessoas ficam empolgadas… E é aí que ela está fazendo muito barulho com uma coisa e eu não sei como voltar no tempo.”

Em outra de suas críticas ao Bitcoin, Warren Buffet e Charlie Munger reiteraram seu ceticismo sobre o ativo, afirmando que não estavam dispostos a comprá-lo devido à “falta de utilidade”. Sendo o único valor da moeda, a sua “magia”.

O BeInCrypto relatou quando Buffett acusou a falta de valor tangível do Bitcoin. Para Buffet, ativos verdadeiros são terras agrícolas, prédios de apartamentos e arte tradicional. Afinal, esses são produtos têm o que ele considera “valor mais tangível”. Para Buffet, esse não é o caso do Bitcoin e das criptomoedas.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados