Vazamento de chaves pode estar por trás do hack da Solana, segundo especialistas

Atualizado por Aline Fernandes
EM RESUMO
  • Hack da solana ainda não foi solucionado.
  • Chaves privadas podem ter sido comprometidas.
  • Analistas: hack que limpou tokens SOL de cerca de oito mil carteiras, não foi uma falha estrutural da rede.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Investigações sobre o hack que limpou 8.000 carteiras Phantom e Slope e roubou cerca de US$ 6  milhões de tokens Solana (SOL) continuam.

Já analistas e especialista cripto afirmam que o problema poderia ser mais grave, caso a própria blockchain fosse explorada.

  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

O desenvolvedor e entusiasta cripto Guiriba, explica que ainda não há muitas informações disponíveis, “mas tudo indica que vazaram as chave privadas por causa de serviços terceirizados”.

“a Slope, uma das wallets da Solana, parece ter vazado as chaves privadas dos usuários. Como elas são interoperáveis, outros importaram as palavras-chave na Phantom e acabaram também sendo afetados com o vazamento. Nada foi confirmado, mas vi no Twitter do 0xfoobar , que é desenvolvedor de segurança Solidity”.

Para o CEO da Passfolio, David Gobaud, a semana foi difícil para a comunidade cripto, “pois os hackers roubaram quase US$ 200 milhões da ponte Nomad e cerca de US$ 6 milhões em quase 8.000 carteiras Solana. No entanto, em uma forte demonstração de resiliência e maturidade, o Bitcoin ainda está acima de US$ 22.000 e o Ethereum acima de US$ 1.500″.

“O forte desempenho do Bitcoin e do Ethereum diante desses compromissos mostra o quão robusta e desenvolvida é a indústria de criptomoedas. A conclusão desta semana é que a criptomoeda está aqui para ficar e os hacks apenas a tornam mais forte e resiliente à medida que a indústria aprende com seus erros nesses primeiros dias”.

Alguns especialistas também recomendaram que os usuários migrassem seus criptoativos para exchanges centralizadas como a Binance e Mercado Bitcoin logo após a descoberta do hack. Para engenheiro e analista de criptoativos da área de Research do Mercado Bitcoin, Rony Szuster, o hack na verdade afetou uma aplicação (carteira) da rede da Solana, não o blockchain diretamente em si.

“Apesar de obviamente ser ruim, porque usuários perderam seus fundos, é bem diferente de um hack diretamente no protocolo, que seria mais uma falha estrutural e mais grave. Erros em aplicações infelizmente são comuns”.

“Nesse quesito, a Solana tem melhorado muito sua abordagem, no último ano e no início deste observamos várias outages (quedas) na rede, bem como o atraso no relógio interno da mesma. Dois problemas a princípio bem preocupantes, o ponto de melhora que mencionei é que os desenvolvedores e engenheiros que trabalham no protocolo já propuseram e já estão implementando melhorias para mitigar esse problema“,

A versão 1.11 que deve sair nas próximas semanas é muito promissora porque deve vir com 3 atualizações poderosas, a implementação do QUIC, Stake Weighted-QoS e os Fee Markets, que vão endereçar esse problema de outages, finaliza Szuste.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.