Ver mais

Unicórnio cripto brasileiro arrecada US$ 50 mi para expansão

2 mins
Atualizado por Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Exchange de criptoativos apoiada pela SoftBank arrecadou US$ 50 milhões com investidores da Tribe Capital e 10T
  • Empresa 2TM está avaliada em US$ 2.5 bilhões
  • Chile, Colômbia, México e Argentina estão entre os países alvos.
  • promo

A 2TM, controladora do Mercado Bitcoin, a maior corretora de criptomoedas com sede no Brasil, quer expandir os negócios para outros mercados da América Latina .

A holding, avaliada em mais de US$ 2 bilhões, é considerada o primeiro unicórnio cripto do Brasil e recebeu investimentos de várias empresas. Elas incluem a 10T Holdings, uma private equity americana com foco em empresas digitais, Tribe Capital, um fundo de capital de risco com sede no vale do Silício, da brasileira de capital de risco PIPO Capital Gestão de Investimentos Ltda., TC Traders Club SA e a Endeavor Brasil.

Os recursos serão usados ​​para novos produtos e crescimento, incluindo a expansão para o Chile, Colômbia, México e Argentina, de acordo com o cofundador da 2TM, Gustavo Chamati.

Em uma entrevista à Bloomberg TV ,Chamati explica que Depois de um caminho tortuoso tentando explicar uma tecnologia tão disruptiva como o blockchain, agora podemos convencer os investidores brasileiros sobre suas possibilidades e também os capitalistas de risco sobre o potencial dos mercados latino-americanos”.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Unicórnio cripto quer expandir na América Latina

Os US$ 50 milhões são parte de uma segunda rodada de investimentos que começou com uma capitalização de
US$ 200 milhões do SoftBank América Latina anunciada em julho, e que avaliou a empresa em US$ 2,15 bilhões criando o primeiro criptunicórnio da América Latina.

A 2TM recebeu a primeira rodada de capital em janeiro com US$ 36 milhões da GP Investments e Parallax Ventures, com a participação da HS Investimentos, Gear Ventures, Evora Fund e Genial Investimentos. O criador do Mercado Bitcoin explica que se interessou pela primeira vez pelo Bitcoin em 2011 assistindo a um programa da MTV, canal americano de música.

“Me interessei, comecei a conversar com as pessoas e entendi como isso poderia trazer uma transformação profunda para os mercados financeiros”.

O Mercado Bitcoin tem 3 milhões de clientes e já negociou mais de R$ 40 bilhões apenas em 2021, demonstrando ainda mais a euforia do mercado em relação aos criptoativos, que voltaram a explodir este ano.

O objetivo da 2TM  – que já comprou várias empresas no Brasil e aumentou seu quadro de funcionários de 200 para 700 neste ano – é se tornar um provedor de infraestrutura de blockchain para mercados financeiros na América Latina, incluindo serviços como custodiante e gestão de fundos, disse o CEO Roberto Dagnoni.

“Estamos muito felizes em trazer para nossa empresa investidores especializados, como Tribe Capital e 10T Holdings”, disse Dagnoni, acrescentando que a ideia é conseguir outra rodada de investimento privado antes de considerar a abertura de capital.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados