Ver mais

Transferência de US$ 5 bi de Bitcoin da Mt. Gox abala indústria cripto

2 mins
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • A Mt. Gox transfere 75.000 BTC, no valor de US$ 5 bilhões, a primeira movimentação em mais de 5 anos, abalando o mercado cripto.
  • Transferência antes do prazo de 31 de outubro para pagamento de credores.
  • Especialistas acreditam que os credores podem ter Bitcoin, mas não Bitcoin Cash.
  • promo

A extinta exchange de criptomoedas Mt. Gox iniciou uma transação envolvendo mais de 75.000 Bitcoin (BTC), avaliados em aproximadamente US$ 5 bilhões. Isso marca, portanto o primeiro movimento desses fundos em mais de cinco anos, causando impactos na indústria cripto.

Os recentes acontecimentos relacionados à Mt. Gox atraíram uma atenção considerável, não apenas devido à magnitude dos fundos envolvidos, mas também devido aos possíveis impactos na indústria cripto.

Credores continuarão a ter Bitcoin?

Conforme a Arkham Intelligence, uma carteira rotulada como “Mt. Gox” transferiu BTC para um novo endereço, 1Jbez. A exchange de criptomoedas transferiu Bitcoin em lotes de cerca de 2.000 BTC nas últimas 4 horas.

Apesar dessa transferência substancial, a carteira da Mt. Gox retém ativos de BTC no valor de cerca de US$ 9,3 bilhões.

Saldo da carteira da Mt. Gox
Saldo da carteira da Mt. Gox. Fonte: Arkham

Mt. Gox faz transação antes de prazo para pagar credores

Essa transação ocorre antes do prazo de 31 de outubro, quando a Mt. Gox planeja pagar seus credores. O plano de liquidação inclui 142.000 BTC, 143.000 Bitcoin Cash (BCH) e 69 bilhões de ienes japoneses.

O processo de reembolso segue a aprovação do Tribunal Distrital de Tóquio de uma petição de reabilitação. Em 2021, 99% dos credores votaram a favor do plano de reabilitação.

A comunidade cripto especula, por exemplo, que essa transferência significativa poderia levar a uma liquidação no mercado devido à antecipação prolongada em torno dos pagamentos dos credores da Mt. Gox. A preocupação é que uma parte substancial desses ativos transferidos possa ser vendida no mercado aberto.

Entretanto, nem todos os líderes do setor estão pessimistas. Alex Thorn, chefe de pesquisa da Galaxy Digital, acredita que os credores continuarão a manter o Bitcoin após recebê-lo da Mt. Gox.

“O BTC da Mt Gox se movimentou na última hora, provavelmente o início das distribuições aos credores. Pessoalmente, espero que a maioria do BTC seja transferida, mas não posso dizer o mesmo do BCH”, disse Thorn.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

O mercado reagiu rapidamente a essa notícia. O valor do Bitcoin caiu quase 4% em relação à alta do dia anterior de US$ 70.600, sendo negociado agora a aproximadamente US$ 67.800. Da mesma forma, o Bitcoin Cash sofreu uma queda de cerca de 7% de seu pico de US$ 503,7, sendo negociado atualmente em torno de US$ 468.

Desempenho do preço do Bitcoin (BTC)
Desempenho do preço do Bitcoin (BTC). Fonte: TradingView

Fundada em 2010, a Mt. Gox chegou a administrar 70% de todas as transações de Bitcoin no mundo. No entanto, um ataque cibernético maciço em 2014 afetou gravemente sua operação, resultando na perda de aproximadamente 850.000 BTC de fundos de clientes e da empresa.

Embora 200.000 BTC tenham sido recuperados posteriormente, as batalhas legais no Japão atrasaram a restituição às partes afetadas.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados