Ver mais

Telegram integra pagamentos em Toncoin – TON pode disparar?

2 mins
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O Telegram introduziu o recurso de pagamentos em Toncoin, aumentando a monetização dos proprietários de canais.
  • A adoção de TONs leva a flutuações de preço, com um aumento de 7% seguido de um declínio de 6%.
  • A venda de títulos de US$ 330 milhões do Telegram destaca o impacto de sua estratégia financeira sobre a Toncoin.
  • promo

O Telegram revelou um novo recurso de pagamento usando a Toncoin (TON), o que criou um burburinho entre os membros da comunidade. Essa mudança inclui um sistema de recompensa para proprietários de canais, melhorando a monetização da plataforma.

Com a possibilidade de comprar anúncios usando a TON, o mensageiro está entrando em uma nova integração de moeda digital e publicidade.

Como o Telegram facilita a monetização por meio da Toncoin

Os proprietários de canais no Telegram agora são elegíveis para ganhar 50% da receita de anúncios exibidos em seus canais. Essa iniciativa capitaliza o amplo envolvimento dos usuários, com canais que acumulam mais de um trilhão de visualizações mensais.

Os canais públicos com pelo menos 1.000 assinantes se beneficiarão desse esquema de monetização, sinalizando uma mudança significativa na geração de receita do criador de conteúdo.

A adoção de anúncios baseados em TON marca um desenvolvimento crucial. O Telegram afirma que escolheu a blockchain TON devido à sua eficiência e velocidade, facilitando um processo contínuo de compra de anúncios.

Além disso, de acordo com a plataforma, essa inovação simplifica a publicidade e também oferece controle preciso sobre a colocação de anúncios, garantindo que os anúncios sejam contextualmente relevantes.

“Qualquer pessoa pode agora promover seu bot ou canal – com orçamentos tão baixos quanto um punhado de Toncoins. Ao criar um anúncio no Telegram, você escolhe os canais exatos em que deseja que ele apareça, para ter controle total sobre o contexto”, explicou o Telegram.

Leia mais: Melhores grupos de criptomoedas no Telegram em 2024

Movimentação de preço

Após o anúncio, o valor da Toncoin teve um salto notável, subindo 7% no domingo (31). No entanto, o movimento foi temporário, pois ocorreu uma queda de 6% no dia seguinte. Essa volatilidade reflete a reação inicial do mercado à integração da Toncoin pelo Telegram e suas implicações mais amplas.

A Toncoin foi classificada como a 11ª maior criptomoeda por capitalização de mercado e demonstrou volatilidade de preço. Depois de atingir um recorde histórico em março, a altcoin está se consolidando entre US$ 5,50 e US$ 4,77. Um rompimento acima de US$ 5,50 com forte volume poderia indicar uma continuação da tendência de alta.

Telegram integra pagamentos em Toncoin - TON pode disparar?
Gráfico da TON no TradingView

A dinâmica de mercado da Toncoin tornou-se um ponto focal depois que o Telegram anunciou uma venda de títulos de US$ 330 milhões, que atraiu um interesse significativo dos investidores.

A venda de títulos, descrita pelo CEO Pavel Durov como um marco para o Telegram, atraiu fundos globais e apresentou termos financeiros favoráveis. Esse evento colocou os holofotes sobre o impacto potencial das estratégias financeiras do Telegram no desempenho de mercado da Toncoin.

Enquanto isso, o Telegram enfrentou um revés no mercado da Espanha. Em 24 de março, a BeInCrypto informou que a Espanha ordenou uma suspensão temporária do Telegram após reclamações de direitos autorais.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados