Stablecoins devem ser reguladas, segundo autoridades no G20

Compartilhar Artigo
EM RESUMO
  • Legisladores não querem que as stablecoins funcionem sem a supervisão necessária.

  • Governos querem utilizar CBDCs antes do uso global de stablecoin.

  • O Conselho de Estabilidade Financeira relatou que o uso de stablecoin não estava em um nível significativo nos pagamentos convencionais.

  • promo

    Suba de nível com a Bybit. Deposite $100 e Ganhe 1 ETH Entrar agora!

The Trust Project é um consórcio internacional de veículos de notícias que criam padrões de transparência.

Autoridades de todo o mundo apelaram por mais supervisão sobre as stablecoins e medidas para garantir o cumprimento das normas fiscais.

pedido foi feito durante a 4ª Reunião de Ministros das Finanças e Governadores dos Bancos Centrais do G20, as 20 maiores economias do mundo. A opinião vai ao encontro aos apelos dos governos por mais regulamentação para as stablecoins.

  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

Os legisladores disseram que os stablecoins não deveriam ser autorizados a operar até que todas as questões relevantes sejam abordadas. A reunião, que foi realizada na quarta-feira (13), tratou de temas como os requisitos legais, regulatórios e de supervisão para o nicho stablecoin .

Durante o encontro, os ministros de Finanças e presidentes de Bancos Centrais abordaram uma ampla variedade de questões, incluindo os efeitos da pandemia COVID-19 e o surgimento de novas tecnologias para pagamentos internacionais.

Os representantes também reconheceram as metas estabelecidas pelo Conselho de Estabilidade Financeira (FSB) para a solução dos desafios de custos, agilidade e transparência do setor, com previsão de implementação até 2027.

O relatório classifica as stablecoins como “não tão stablecoins globais’”, e exige os requisitos legais, regulamentares e de supervisão mencionados acima, que deve atender aos padrões aplicáveis. E solicita às autoridades competentes que façam adaptações para atender a esses padrões, que então informarão ao FSB em sua próxima diretriz de recomendação, com vencimento em 2023.

De uma maneira mais geral, a reunião pediu o estabelecimento de padrões para ativos digitais e provedores de serviços relacionados, algo que vários governos investigam atualmente. A Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF), que falou sobre questões de lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo, estará no centro desta deliberação.

Os resultados de uma pesquisa publicada pelo FSB também sugeriram que os stablecoins não tinham alcançado um nível apreciável do uso para pagamentos convencionais. Ainda assim, isso não os impede de querer cortar o suposto problema pela raiz.

Legisladores de olho nas stablecoins

Os Stablecoins surgiram como uma das principais preocupações dos governos. Os reguladores têm discutido isso em nível global e governamental individual. Uma das principais preocupações com relação às stablecoins é a vantagem que tem em moedas digitais do banco central (CBDC), e que provavelmente levará anos para alcançar a adoção global.

Entre os muitos países que começaram a examinar medidas de supervisão para stablecoins estão os Estados Unidos . O Tesouro americano está supostamente trabalhando na regulamentação da moeda estável , antes mesmo de haver uma palavra definitiva sobre a regulamentação do mercado como um todo.

Definir a regulamentação para todo o mercado de criptografia é desafiador e pode exigir um esforço internacional coordenado. Mas as autoridades estão empenhadas em eliminar a ameaça que stablecoins representam para as moedas nacionais o mais rápido possível, daí o foco repentino no nicho. A regulamentação das stablecoins em todo o mundo atualmente é fragmentada, mas isso está mudando rapidamente.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
Share Article

TÓPICOS RELACIONADOS

Rahul Nambiampurath é um trader da Índia que foi atraído pelo Bitcoin e pela blockchain em 2014. Desde então, ele é um membro ativo da comunidade. Ele tem mestrado em finanças.

SEGUIR O AUTOR

Sem medo, sem FUD. Ganhe 1 ETH ao depositar $100 com a Bybit!

Entrar agora

Não fique de fora. Ganhe 1 BTC ao negociar $100 na Bybit!

Entrar agora

Sinais de mercado, estudos e análises! Entre hoje no nosso Telegram!                

Entrar agora