Exclusivo SOL, FTM, AR, REV, XDB, IOTA, KSM: para onde vão as melhores da semana

EM RESUMO
  • O AR, FTM e XDB atingiram novas máximas históricas nos dias 31 de agosto, 1º e 2 de setembro.
  • O IOTA foi rejeitado pela área de resistência de US$ 1,63.
  • O KSM rompeu uma linha de resistência descendente.
  • promo

    Análises técnicas e insights do mercado por traders em nosso canal do Telegram!Entre hoje no nosso Telegram!

Este texto analisa as sete altcoins que mais cresceram nos últimos sete dias, no período entre 27 de agosto e 3 de setembro.

Essas altcoins foram:

  • Fantom (FTM): 103,35%
  • Arwave (AR): 97,13%
  • Revain (REV): 95,69%
  • DigitalBits (XDB): 89,73%
  • Solana (SOL): 72,64%
  • IOTA (IOTA): 56,40%
  • Kusama (KSM): 50,46%
  • Ficou com alguma dúvida? O Be[in]Crypto possui uma série de artigos para lhe ajudar a entender o universo cripto. Confira!
  • Se quiser ficar atualizado no que acontece de mais importante no espaço cripto, junte-se ao nosso grupo no Telegram!

FTM

O FTM tem crescido desde o dia 20 de julho. No dia 22 de agosto, ele foi rejeitado pelo nível de resistência de retração de 0,5 Fibonacci em US$ 0,55.

Após uma ligeira queda, ele recuperou o equilíbrio cinco dias depois e iniciou outro movimento de alta, recuperando a área horizontal de US$ 0,70 no processo.

No dia 1º de setembro, o FTM atingiu uma nova máxima de US$ 0,967. Embora não tenha conseguido estourar, o MACD e o RSI ainda estão otimistas.

Se conseguir estourar, a próxima resistência está em US$ 1,45. Este é o nível de resistência de retração de Fibonacci externo de 1,61 ao medir a queda anterior.

Fonte: TradingView

AR

O AR tem crescido em uma taxa rápida desde o dia 21 de julho. Em um intervalo de 41 dias, ele cresceu 907%. Isso levou a uma nova alta de US$ 69,93 no dia 31 de agosto. Semelhante ao FTM, ela foi atingida bem no nível de resistência de retração externa de 1,61 Fibonacci.

O movimento ascendente tornou-se completamente parabólico, sem uma estrutura discernível. No entanto, ainda não há fraqueza no RSI ou no MACD.

Se outro movimento de alta ocorrer, a resistência mais próxima provavelmente será encontrada em US$ 105. Este é o nível de resistência de retração de Fibonacci externo de 2,61.

Fonte: TradingView

REV

O REV tem crescido desde o dia 21 de julho. O movimento de alta é apoiado pelo RSI e pelo MACD. O primeiro é positivo, enquanto o último está acima de 70.

Nenhum dos dois gerou qualquer tipo de divergência de baixa.

A área de resistência mais próxima é US$ 0,033. Esta é uma área de resistência horizontal e o nível de resistência de retração de 0,5 Fibonacci.

Fonte: TradingView

XDB

No dia 2 de agosto, o XDB rompeu acima da área de resistência de US$ 0,118 e atingiu uma nova máxima histórica no processo.

Inicialmente, o preço estagnou na área de resistência de US$ 0,20, que é o nível de resistência de retração externa de Fibonacci de 1,61.

No entanto, o XDB começou a subir novamente no dia 27 de agosto e estourou três dias depois.

No dia 2 de setembro, o XDB atingiu uma nova máxima de US $ 0,35. A alta foi feita muito próxima ao nível de retração de Fibonacci externo de 2,61.

Fonte: TradingView

SOL

A SOL tem crescido rapidamente desde o dia 20 de julho. No dia 18 de agosto, o preço foi rejeitado pelo nível de retração de Fibonacci externo de 1,61. Em seguida, ele foi rejeitado pelo nível 2,61 no dia 31 de agosto.

No entanto, o preço cresceu acima dessas resistências nas duas vezes. No dia 3 de setembro, ele atingiu a máxima de US$ 146,38.

O nível de resistência de retração externa de 3,61 Fibonacci é encontrado em US$ 155,50 e é, provavelmente, a próxima resistência.

Nem o MACD nem o RSI mostram quaisquer sinais de fraqueza.

Fonte: TradingView

IOTA

O IOTA tem crescido desde o dia 20 de julho. Enquanto o movimento de alta acelerou no dia 1º de setembro, o preço foi rejeitado pela área de resistência de US$ 1,63 no dia seguinte. Este é o nível de resistência de retração de 0,5 Fibonacci.

Apesar da rejeição, o RSI e o MACD estão otimistas e crescendo. Portanto, um eventual rompimento é esperado.

Fonte: TradingView

KSM

O KSM seguia por uma linha de resistência descendente desde o dia 18 de março. No dia 11 de agosto, ele finalmente conseguiu estourar. Ele retornou em seguira para validar a linha como suporte no dia 27 de agosto e tem crescido desde então.

O KSM está atualmente tentando crescer acima do nível de resistência de retração de 0,618 Fibonacci em US$ 440. Isso provavelmente o levaria em direção à área de alta resistência da máxima histórica de de US$ 600.

Fonte: TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.
BEINNEWS ACADEMY LTD © STREET: SUITE 1701 – 02A, 17/F, 625 KING’S ROAD, NORTH POINT. HONG KONG.