Ver mais

SEC indicia influencers por manipulação de ações no Discord e Twitter

2 mins
Por Daniel Ramirez-Escudero
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • O valor fraudado é de US$ 114 milhões.
  • O modus operandi era de pump and dump usando seus seguidores para manipular certas ações.
  • Indivíduos vendiam regularmente suas ações sem nunca divulgar seus planos de alienar os títulos enquanto os promoviam.
  • promo

A manipulação de mercado é uma acusação muito popular ao mercado de criptomoedas, especialmente de falsos gurus ou influenciadores nas redes sociais. No entanto, um novo caso mostra como o mercado de ações também sofre do mesmo flagelo, com um modus operandi semelhante.

Nesta quarta-feira (14), a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), órgão regulador contra a manipulação dos mercados, confirmou o indiciamento de oito influenciadores que usaram seu poder nas redes sociais para realizar estratégias semelhantes ao pump-and-dump. A autarquia citou os nomes dos indiciados e suas respectivas contas no Twitter:

O processo também acusa Daniel Knight (@DipDeity) de ser cúmplice da suposta conspiração ao co-apresentador de um podcast que promove muitas das outras pessoas como traders especializados, além de fornecer um fórum para seus sinais manipuladores. Knight também operava em conjunto com os outros réus, gerando regularmente lucros com a manipulação do mercado.

Juntos, eles têm pouco mais de um milhão de seguidores apenas em suas contas do Twitter e estão sendo acusados ​​de fraudar US$ 114 milhões. Algumas contas, como a de Perry Matlock, já foram removidas e não seria surpreendente encontrar mais contas desativadas após a ação direta da SEC.

Joseph Sansone, Chefe da Unidade de Abuso de Mercado da Divisão de Execução da SEC, destacou os grandes benefícios para os supostos perpetradores assumindo milhões em lucros:

“Como afirma nossa denúncia, os réus usaram a mídia social para reunir um grande número de investidores novatos e, em seguida, tiraram vantagem de seus seguidores, alimentando-os repetidamente com uma dieta constante de desinformação, resultando em lucros fraudulentos de aproximadamente US$ 100 milhões”.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

O modus operandi do pump-and-dump no mercado de ações

O modus operandi, de acordo com a SEC, seria criar grupos no Twitter e no Discord que atraíssem investidores iniciantes, onde “os réus se comercializavam como traders bem-sucedidos e cultivavam centenas de milhares de seguidores no Twitter e em salas de bate-papo sobre negociação de ações no Discord”.

Os influenciadores supostamente compraram certas ações e depois encorajaram seus numerosos seguidores nas redes sociais a comprar essas ações selecionadas postando sinais de preço ou indicando que estavam comprando, mantendo ou aumentando suas posições.

No entanto, como alega o processo, quando os preços das ações e/ou volumes de negociação aumentaram nos ativos promovidos, os indivíduos venderam regularmente suas ações sem nunca divulgar seus planos de alienar os valores mobiliários enquanto os promoviam.

O caso envolve vários departamentos, um caso de colaboração bem-sucedida entre a SEC, a Seção de Fraude Criminal do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ), a Procuradoria Geral do Distrito Sul do Texas, o Federal Bureau of Investigation (FBI) e a Authority Financial Industry Regulador.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados