Ver mais

Rumores de crise bancária aumentam e preocupam investidores de criptomoedas

2 mins
Por Harsh Notariya
Traduzido Anderson Mendes

À medida que as ações dos bancos regionais dos EUA despencam, os investidores de criptomoedas começam a temer uma possível crise bancária.

O Índice Bancário Regional KBW está em forte queda. Esta é a maior desde o colapso do Signature Bank no ano passado. O movimento levanta preocupações sobre a estabilidade dos bancos regionais dos Estados Unidos.

Nova crise bancária nos EUA?

A recente queda nas ações dos bancos foi surpreendente, pegando os traders de opções desprevenidos. Uma rápida mudança do otimismo para o pessimismo é clara, visto o aumento no número de operações de venda a descoberto (short) nessas ações.

Com isso, aumentam as preocupações sobre a saúde dos bancos regionais. A escolha do Federal Reserve (Fed) de manter as taxas de juros elevadas aumenta esta preocupação. A decisão pressiona ainda mais os rendimentos dos empréstimos dos bancos.

O declínio acentuado do valor das ações do NYCB, desencadeado por um corte de dividendos e por uma perda surpresa, realça a posição precária dos bancos que oscilam perto do limite regulamentar de US$ 100 bilhões.

Este cenário afeta o NYCB, que adquiriu ativos do extinto Signature Bank. Também afeta outros bancos como o Zions e o Comerica, levantando sinais de alerta em todo o setor.

Rumores de crise bancária aumentam e preocupam investidores de criptomoedas
Fonte: TradingView

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Correção do Bitcoin?

Em meio a esses problemas do setor bancário, o cofundador da exchange de criptomoedas BitMEX – Arthur Hayes, observa com cautela a queda de preço do Bitcoin (BTC). Ele observou a correlação entre o último salto da criptomoeda e o aumento dos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA em dois anos.

Ao desmascarar o argumento de que a queda do Bitcoin se deve apenas às saídas do Grayscale Bitcoin Trust, Hayes apontou para forças económicas mais amplas, incluindo preocupações sobre a renovação do Programa de Financiamento a Termo Bancário (BTFP).

“Todos os ativos, incluindo criptomoedas, cairão juntos à medida que o mercado hiperventilar com a perspectiva de o mercado livre funcionar mais uma vez e limpar o sistema de instituições bancárias insolventes”, disse Hayes.

A previsão de curto prazo de Hayes para o Bitcoin é pessimista, prevendo uma faixa de suporte potencial entre US$ 30.000 e US$ 35.000, influenciada pela próxima decisão sobre a renovação do BTFP. No entanto, a sua perspectiva a longo prazo permanece optimista.

Hayes projetou uma recuperação significativa, impulsionada pela queda das taxas de juros, pelo halving e pela influência dos ETFs de Bitcoin à vista. Outros analistas ecoam sua postura otimista, com previsões variando de US$ 100.000 a US$ 1 milhão para o valor futuro da criptomoeda.

A instabilidade na banca regional, juntamente com fatores macroeconómicos, poderá ter um impacto significativo no mercado de criptomoedas. Embora as perspectivas de longo prazo pareçam promissoras, o ambiente é incerto no curto prazo.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados