Ver mais

Ripple (XRP) prestes a sofrer correção com afastamento de instituições

2 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • O preço da XRP não conseguiu recuperar suas perdas de mais de 15% no mês passado, sendo negociado abaixo de US$ 0,65.
  • O Ripple surgiu como o ativo com os menores influxos de instituições, perdendo para empresas como a Polkadot.
  • A XRP também está perdendo seu charme entre os investidores de varejo, como evidenciado pelo declínio no crescimento da rede.
  • promo

O preço da Ripple (XRP) registrou quedas consistentes nas últimas semanas em termos de preço e de interesse dos investidores, indicando uma fase de correção.

Com abril em andamento, esperava-se que essa baixa diminuísse; no entanto, esse não parece ser o caso.

Instituições desinvestem em Ripple

O preço da XRP teve uma recuperação lenta e, em parte, isso se deve à falta de interesse dos investidores institucionais. Esses grandes detentores de carteiras tendem a influenciar o preço de um ativo; no entanto, esse não é o caso do token Ripple.

De acordo com o relatório de fluxos de fundos de ativos digitais da CoinShares, o XRP registrou apenas US$ 0,1 milhão em entradas de instituições na semana que terminou em 5 de abril. Em comparação, moedas como Litecoin, Polkadot e até mesmo a moeda BNB da Binance registraram US$ 4,4 milhões, US$ 0,6 milhão e US$ 0,6 milhão, respectivamente.

Fluxos institucionais do Ripple.
Fluxos institucionais de Ripple. Fonte: CoinShares

Isso mostra que o token do processador de pagamentos está perdendo o apoio que já teve entre os investidores institucionais.

Além disso, os investidores de varejo parecem estar se afastando do ativo digital no momento. Isso é visível ao se observar a queda no crescimento da rede.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Essa métrica avalia se o projeto está perdendo ou ganhando força no mercado. O cálculo envolve a taxa de formação de novos endereços na rede.

Crescimento da rede Ripple.
Crescimento da rede Ripple. Fonte: Santiment

No momento, o crescimento da rede da Ripple está em uma baixa de vários meses, sinalizando um sinal de baixa para a ação do preço.

Previsão de preço do XRP: é preciso manter esse suporte

O preço da XRP, no momento em que este artigo foi escrito, era negociado acima da Retração de Fibonacci de 38,2% de US$ 0,81 a US$ 0,47. Marcado em US$ 0,60, esse nível de Fibonacci é crucial, pois perdê-lo resultaria em uma queda para o nível de Fibonacci de 23,6% em US$ 0,55.

Esse é o resultado provável para o token nativo da Ripple, pois não apenas as condições mencionadas acima, mas também a nuvem Ichimoku está exibindo sinais de baixa. A Ichimoku Cloud é uma ferramenta de análise técnica que exibe os níveis de suporte/resistência, a direção da tendência e o momentum.

Gráfico de 1 dia de XRP/USDT.
Gráfico de 1 dia de XRP/USDT. Fonte: TradingView

Candlesticks abaixo da nuvem são uma indicação clara e de baixa para XRP.

No entanto, se o nível de Fibonacci de 38.2% for transformado em suporte, o preço XRP teria uma chance de romper a Retração de Fibonacci de 50% em US$ 0.64. Transformá-lo em suporte invalidaria a tese de baixa, enviando a altcoin para além de US$ 0,65.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados