Ripio adquire BitcoinTrade e se torna segunda maior exchange do Brasil

Atualizado por Paulo Alves
EM RESUMO
  • Argentina Ripio sela compra da exchange brasileira BitcoinTrade.
  • Aquisição transforma Ripio na segunda maior corretora de cripto do Brasil e da América Latina.
  • Valores do acordo não foram revelados.
  • promo

    Comece agora a ganhar até 8% anuais com o novo programa de Staking da Stormgain!Entre hoje no nosso Telegram!

A argentina Ripio selou a aquisição da exchange brasileira BitcoinTrade e se tornou a segunda maior corretora de criptomoedas do Brasil e da América Latina. O acordo, anunciado nesta terça-feira (5), deixa a empresa com 1,3 milhão de clientes, atrás apenas da Mercado Bitcoin.

Ao BeInCrypto, a assessoria da Ripio conta que nada muda por enquanto do ponto de vista do usuário. Dessa maneira, tanto a carteira de criptomoedas da Ripio quanto a exchange da BitcoinTrade seguem funcionando como antes.

Carlos André Montenegro, fundador da exchange, deixa o cargo de presidente e assume posição na Ripio. Bernardo Teixeira, atual diretor financeiro da BitcoinTrade, é o novo chefe da corretora brasileira.

“Estamos muito entusiasmados e confiantes de que a Ripio é a melhor escolha para ajudar a estender o caminho que construímos com BitcoinTrade no Brasil. Estou honrado em fazer parceria com uma equipe tão talentosa e continuar esta jornada em direção a novos horizontes”, diz Montenegro em nota à imprensa.

exchange bitcointrade
Argentina Ripio adquiriu exchange brasileira BitcoinTrade

Argentina Ripio que comprou BitcoinTrade mira expansão no Brasil

A Ripio ultrapassou a marca de 1 milhão de usuários em 2020 na esteira do crescimento na adoção de criptomoedas na Argentina. Ao Coindesk, o o-fundador da Ripio, Sebastian Serrano revela que a busca por uma entrada mais forte no mercado brasileiro, no entanto, teria começado ainda no começo do ano passado.

Segundo ele, o Brasil sempre foi um mercado muito importante para a empresa. Ao escolher a BitcoinTrade, a Ripio deu importância, por exemplo, para o bom relacionamento bancário no país, já que a exchange tem contas no Santander, Banco Itaú e Banco do Brasil. Além disso, qualidades internas da empresa também teriam favorecido o negócio.

A BitcoinTrade tem uma reputação muito boa no mercado, processos e conformidade muito bons. Ela também tem uma base de usuários muito significativa – cerca de 300.000 usuários no Brasil – e volumes muito bons de trades.

Sebastian Serrano, co-fundador da Ripio
Carteira de criptomoedas da Ripio e exchange BitcoinTrade continuarão a funcionar de forma independente

Fundada em 2013, a Ripio já levantou US$ 44 milhões em investimentos, a maioria de uma Oferta Inicial de Token (ICO) em 2017. Além disso, a empresa obteve investimento da Draper Ventures, Pantera Capital e Digital Currency Group. A nova dona da BitcoinTrade também tem parcerias com Mercado Pago, Visa e Circle e foi auditada por Ernst & Young e PwC.

Hoje, a Ripio tem mais de 150 funcionários na Argentina, Brasil, Uruguai, México e Espanha. Pelo acordo com a BitcoinTrade, a empresa irá absorver os 20 empregados que a exchange tem no país.

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.