Ver mais

Privatização negada. Mercado reage ao “não” à privatização do Banco do Brasil

2 mins
Atualizado por Caio Nascimento

EM RESUMO

  • BB não será privatizado, para desânimo do mercado de ações
  • Quem afirma isso é o próprio presidente da instituição, Rubem Novaes
  • Ações do BB haviam disparado após pedido de privatização feito por Paulo Guedes
  • promo

Banco do Brasil não será privatizado no governo de Jair Bolsonaro. Presidente do BB e Secretário Especial de Desestatização explicam que não será possível privatizar o banco na gestão atual. Mercado reage de maneira morna, puxado pelas Bolsas internacionais.
As ações do Banco do Brasil dispararam, na segunda, 25 de maio, devido ao discurso pró-privatização de Paulo Guedes. Porém, o mercado recebe agora um banho de água fria. Isso porque não haverá a privatização do Banco do Brasil durante a gestão Bolsonaro, de acordo com pessoas influentes da área. Como consequência, as ações do BB reagem de maneira morna, com fatores internacionais impedindo a sua queda de maneira mais efetiva.

BB: Privatização negada

A privatização do Banco do Brasil foi negada por Rubem Novaes, presidente do BB, em entrevista ao Valor Econômico. Porém, as ações do BB estão mantendo o seu valor, conforme demonstra o gráfico:
Ações do BB mantém o valor, puxadas pelo mercado internacional
Ações do BB mantém o valor, puxadas pelo mercado internacional
Até o presente momento, as ações do BB estão cotadas a R$ 30,60, numa leve queda de 0,60%. Contudo, o mercado indica que essa queda poderia ser mais forte, não fosse o cenário externo. Isso porque, no exterior, o mercado financeiro está puxando a alta das Bolsas de Valores ao redor do mundo. Na Europa, a alta do mercado financeiro gira em torno de 5%, motivada pelo anúncio de um pacote de auxílio econômico no valor de quase 1 trilhão de Euros. Assim, caso o cenário exterior não fosse favorável, é provável que as ações do BB estivessem apresentando uma queda mais acentuada.

“Não há ambiente político”, segundo Rubem Novaes

Para explicar o “não” à privatização, Rubem Novaes afirma que existe resistência política. Desse modo, segundo o presidente do BB, as condições de mercado não são favoráveis para que um projeto como esse seja aprovado no Congresso. Contudo, há espaço para privatização das empresas coligadas. O governo tinha planos de privatizar a BB DTVM, empresa gestora de recursos do BB. A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, no entanto, afetou os planos de privatização.

Secretário do Governo já havia negado a privatização

Vale ressaltar que a privatização do BB e da Caixa Econômica Federal (CEF) é um assunto recorrente no meio econômico brasileiro. Por isso, Salim Mattar, o Secretário Especial de Desestatização do governo, já havia negado a possibilidade de privatizar os bancos. Suas declarações foram ditas antes da publicação do vídeo da reunião ministerial, na qual Paulo Guedes defende a privatização do BB. Assim, se acredita que a privatização dos bancos públicos, caso aconteça, ainda vai demorar alguns anos para ser colocada em prática.
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

6784e552dcc1c6b258b50b0c057f62a1?s=120&d=mm&r=g
Nicolas Nogueira
Nicolas se formou em Direito pela Universidade Federal do Paraná e é pós-graduado em Gestão de Negócios Internacionais. Atualmente, cursa Jornalismo na FAPCOM. Escreve sobre economia, política e história há alguns anos. Em 2017, após entrar em contato com a tecnologia blockchain, se entusiasmou com o seu potencial e passou a estudar as aplicações da tecnologia aos diversos setores da economia. Seu foco está em discutir as melhores maneiras de alavancar o desenvolvimento nacional através...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados