Ver mais

Preocupações sobre os ETFs de Bitcoin e movimentação das baleias entre os destaques da semana

3 mins
Por David Thomas
Traduzido Anderson Mendes

Baleias de criptomoedas, uma forte declaração de Arthur Hayes e os ETFs de Bitcoin e Ethereum estiveram nos holofotes do mercado de criptomoedas esta semana.

Hayes disse no domingo que grandes players como a BlackRock correm o risco de transformar o Bitcoin em um ativo institucional. Também esta semana, o BeInCrypto examinou os movimentos das maiores baleias, incluindo uma cujo sucesso revela o potencial de ganhos do ETH.

Hayes preocupado

Com um fervor quase religioso, o ex-CEO da BitMEX descreveu porque as instituições ameaçam a existência do Bitcoin. Se estes gigantes introduzirem ETFs de mineração, poderão tornar-se “agentes do estado” concebidos para manter os cidadãos dentro do sistema monetário tradicional por razões fiscais.

Ao acumular o ativo, as grandes empresas manteriam o BTC estagnado e não circulando como uma moeda. As instituições que aumentam o preço da criptomoeda fazem isso às custas de sua alma, argumentou Hayes.

No entanto, não parece que as instituições estejam ouvindo. Na quinta-feira, a BlackRock registrou um novo Ethereum Trust em Delaware após sua aplicação de fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin em junho.

E muitos participantes do mercado acolhem com satisfação os aumentos de preços que tornaram os detentores novamente lucrativos. Hayes está certo? Só o tempo irá dizer.

Baleias Bitcoin seguem descansando

Enquanto isso, as baleias de Bitcoin estão lucrando. Na terça-feira, o BeInCrypto analisou como as maiores carteiras privadas estão investindo.

Carteiras com impressionantes US$ 9,1 bilhões foram examinadas usando dados on-chain. Acontece que 80% das baleias investigadas estão adormecidas desde a sua compra inicial.

Fonte: bitinfocharts

Apenas uma carteira, com um depósito inicial de US$ 1,9 bilhão, esteve ativa nos últimos meses, com seu proprietário sacando US$ 1.000 em setembro. O restante obtém uma renda passiva por meio de pagamentos automáticos regulares.

Baleias Ethereum estão mais ativas

Enquanto as maiores baleias Bitcoin estão cochilando, os grandes investidores do Ethereum seguem ativos. Em 2 de novembro, uma baleia obteve um lucro incrível de US$ 5,41 milhões por meio de negociações cuidadosamente cronometradas.

Este endereço enviou 24.495 ETH (US$ 45 milhões) para a Binance e aproveitou a alta de preços para obter um lucro de US$ 5,47 milhões. Dois dias depois, a baleia depositou 31,8 milhões de USDT na Binance e retirou 8.698 ETH (US$ 16 milhões) algumas horas depois.

Fonte: CoinMarketCap

A taxa de sucesso das negociações desta baleia é de 87,5%, ostentando sete das 12 transações mais lucrativas desde fevereiro. Sua atividade sugere que o ETH pode ser extremamente lucrativo para aqueles que sabem como realizar negociações com a criptomoeda.

ETH pode superar o BTC?

A investidora Layah Heilpern está ganhando tempo antes da próxima bul run. A influenciadora tem comprado maços de Ethereum, que ela planeja vender quando os mercados se recuperarem.

No dia 6 de novembro, a investidora expôs sua tese de investimento. Ela argumenta que o Ethereum é um ativo seguro porque a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) não o considerou um valor mobiliário.

“Mais seguro do que todas as alts e ainda menor capitalização de mercado do que o bitcoin, por isso irá disparar com mais força quando o dinheiro entrar.”

E isso pode estar mais perto do que ela pensava. De acordo com a QCP Capital,

“O desempenho superior do ETH sobre o BTC durante a noite pode ser atribuído ao pedido 19b-4 da BlackRock junto à NASDAQ para um Ethereum Trust, que anunciará o pedido da BlackRock para um ETF ETH spot em um futuro próximo. Esperávamos um manual semelhante ao de quando a BlackRock apresentou pela primeira vez um pedido para um ETF BTC à vista.”

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados