Ver mais

Por que o mercado de criptomoedas está em alta hoje, 13/06/2024?

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A capitalização total de mercado está acima do suporte de US$ 2,39 trilhões.
  • O preço do Bitcoin quase ultrapassou US$ 70.000 ontem, mas está novamente abaixo de US$ 68.000.
  • Livepeer, um protocolo descentralizado de rede de streaming de vídeo ao vivo, aumentou 20% em 24 horas.
  • promo

A capitalização total de mercado se estabiliza acima de um nível de suporte chave, enquanto o recente aumento do Bitcoin despertou otimismo entre os investidores. Uma nova entrada na lista dos 100 principais criptoativos – Livepeer – emergiu como o ativo de melhor desempenho das últimas 24 horas.

Nas notícias de hoje:-

A Terraform Labs e seu fundador, Do Kwon, fecharam um acordo com a SEC por US$ 4,47 bilhões. Isso inclui uma taxa de quitação de US$ 3,58 bilhões e uma multa civil de US$ 420 milhões.

O CEO da Galaxy Digital, Michael Novogratz, chamou as memecoins de “pedra angular da criptoeconomia”. Ele afirmou que a Galaxy Digital estima que memecoins em blockchains sem permissão têm um valor de mercado agregado de mais de US$ 60 bilhões!!

A capitalização total de mercado fica de joelhos

A capitalização total do mercado de criptografia mantém-se fortemente acima do nível de suporte de US$ 2,39 trilhões, depois de não ter conseguido fechar acima de US$ 2,50 trilhões ontem. Embora o mercado espere que o valor combinado de todos os ativos criptográficos permaneça assim e melhore, a direção pode acabar sendo diferente.

O Índice de Força Relativa (RSI) caiu através da linha neutra em 50,0 e está atualmente na zona de baixa. Este é um sinal negativo para o mercado, pois sinaliza uma nova redução no TOTAL.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Análise de preço do valor total do mercado cripto. Fonte: TradingView
Análise de preço do valor total do mercado cripto. Fonte: TradingView

No entanto, manter-se acima de US$ 2,39 é importante para recuperar novamente para US$ 2,50 trilhões.

Bitcoin perde alta

O preço do Bitcoin quase atingiu US$ 70.000 na quarta-feira durante a alta intradiária, mas parou em US$ 69.990. Isso decepcionou muitos investidores, e o criptoativo acabou caindo abaixo de US$ 68.500.

Atualmente mudando de mãos a US$ 67.573, o BTC está vulnerável a uma queda para US$ 66.000 ou menos. Este declínio poderá ocorrer se o mercado se movimentar no sentido de compensar as perdas e vender as suas participações.

Análise de preço do Bitcoin. Fonte:  TradingView
Análise de preço do Bitcoin. Fonte: TradingView

Por outro lado, a resiliência será o catalisador que impulsionará o preço do Bitcoin acima de US$ 68.500. Assegurá-lo é crucial para iniciar uma recuperação.

Leia mais: Previsão de preço do Bitcoin para 2024 / 2025 / 2030

Livepeer, o novo marceneiro

Livepeer, um protocolo descentralizado de rede de streaming de vídeo ao vivo, entrou na lista dos 100 principais criptoativos na quarta-feira. A altcoin subiu 20% nas últimas 24 horas, elevando o preço de negociação para US$ 24,1.

A altcoin está atualmente em um padrão de cunha ascendente, o que sugere que um resultado de baixa é provável. Se o padrão for validado, o LPT poderá testar os níveis de suporte de US$ 20,0 e de US$ 16,2.

Análise de preços Livepeer. Fonte: TradingView
Análise de preços Livepeer. Fonte: TradingView

Mas se a alta continuar e o preço do Livepeer ultrapassar o nível de resistência de US$ 27,2, a altcoin estabelecerá uma nova máxima em 2024.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados