Ver mais

Por que o DLT é essencial para o futuro?

4 mins
Traduzido Júlia V. Kurtz

EM RESUMO

  • Blockchain e DLT remodelam as finanças, aprimorando o DeFi e melhorando a eficiência dos pagamentos.
  • O papel do DLT estende-se ao combate às alterações climáticas, monitorizando com precisão as emissões de carbono.
  • A futura convergência do DeFi e das finanças tradicionais beneficiará significativamente ambos os setores.
  • promo

Navegar pelas complexidades do mercado de criptomoedas e aproveitar as oportunidades exige uma combinação de inovação, práticas éticas e um profundo conhecimento da tecnologia de Distributed Ledger (DLT).

Conforme o blockchain remodela o setor financeiro tradicional e é pioneira na expansão das finanças descentralizadas (DeFi), manter-se informado e adaptável é a chave para o sucesso. Assim, o potencial transformador do DLT destaca o impacto na inclusão financeira, na eficiência dos pagamentos e no ecossistema econômico mais amplo.

O movimento em direção à tokenização

O presidente da Hedera, Charles Adkins, disse ao BeInCrypto que o blockchain emergiu como uma força fundamental na transformação de transações, empréstimos e investimentos. Ele atribuiu seu sucesso às capacidades inerentes que permitem acesso, validação e atualização de registros simultâneos.

Esta inovação tem particular impacto nos pagamentos transfronteiriços, no financiamento do comércio e nas transferências de pagamentos de ponta a ponta. Ela permite às instituições bancárias realizar acordos internacionais quase “atômicos” com intervenções manuais reduzidas e custos mais baixos.

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Na verdade, tais avanços melhoram a eficiência dos modelos de pagamento. Além disso, eles alargam os serviços financeiros a populações que não tinham conta bancária, promovendo uma maior inclusão financeira.

“O blockchain permite a colaboração individual e que as sociedades desempenhem um papel na determinação do futuro da inovação tecnológica. O DLT, por exemplo, criou camadas de confiança que permitem que indivíduos, empresas e governos gerem impacto social coletivo sem o risco de maus atores adquirirem influência”, disse Adkins.

Por que o DLT é essencial para o futuro?

O DLT está na vanguarda das inovações financeiras, como a tokenização fracionada, prometendo democratizar o acesso a oportunidades de riqueza. Na verdade, um estudo da Coalition Greenwich revelou que as partes interessadas no sector dos derivados dão prioridade à adoção da tokenização. Assim, ela ajuda a melhorar o gerenciamento de garantias em vez da implementação de inteligência artificial (IA) generativa.

Em suma, para os utilizadores finais, a tokenização emergiu como a inovação potencial mais significativa nos fluxos de trabalho de negociação e compensação.

“Muitos grandes gestores de ativos estão trabalhando em projetos para testar o potencial de uso [da tokenização] para movimentar dinheiro e títulos de forma mais eficiente. Na sua perspectiva, a transformação de ativos financeiros em tokens e a utilização de livros distribuídos para gerir transferências poderia levar a uma redução substancial de tempo e despesas”, escreveu o analista da Coligação de Greenwich.

Por esta razão, Adkins prevê um futuro em que o DeFi e as tecnologias financeiras tradicionais convergem, melhorando o sistema financeiro para instituições e indivíduos.

Blockchain além dos mercados financeiros

O potencial do DLT vai além dos mercados financeiros para abordar questões prementes como as alterações climáticas e o greenwashing. Ao permitir o rastreamento e relatórios precisos das emissões de carbono, o DLT capacita as organizações a otimizarem os seus processos, alinharem-se com os padrões ambientais e oferecerem transparência aos consumidores e aos decisores políticos.

No entanto, construir confiança e compreensão entre promotores, decisores políticos e o público é crucial para alcançar este objetivo. O compromisso com a educação, a defesa das criptomoedas e a colaboração entre os projetos Web3 exemplificam os esforços para garantir a segurança e a transparência nos setores público e privado.

“A DLT desempenha um papel vital na prevenção de tentativas de greenwashing por parte das organizações, uma questão que tem crescido em relevância devido às dificuldades em verificar se as empresas estão aderindo aos objetivos de sustentabilidade. Como os dados estão disponíveis publicamente no livro-razão distribuído, as organizações não podem falsificar a sua pegada de carbono ou fazer afirmações sem respaldo sobre os seus esforços de sustentabilidade”, enfatizou Adkins.

Um projeto discutido num estudo da Universidade de Copenhagen, por exemplo, envolve usar blockchain para criar um registro detalhado e transparente das pegadas de carbono das empresas. Este projeto, denominado REALISTIC, permite a documentação precisa das emissões de CO2 dos produtos ao longo dos seus processos de produção e cadeia de abastecimento.

A implementação desta tecnologia ajuda as empresas a cumprir a nova legislação da UE que exige a comunicação das pegadas de carbono. Também abre caminho para que os consumidores verifiquem o impacto ambiental de suas compras por meio de QR Codes.

“[Com uma caneta, por exemplo] não sabemos a associação equivalente de carbono de cada uma de suas partes. Então, quando você estiver procurando as várias partes da caneta, saberá exatamente como pesar qual parte vem de onde. Além disso, pode compreender o impacto em termos de [pegada] de carbono”, disse o Chief Revenue Officer da SAP Sustainability, Deb Kaplan.

A Climate Ledger Initiative (CLI), por outro lado, é outro ator importante. Ela se concentra na integração de inovações digitais como blockchain, Internet das Coisas (IoT) e inteligência artificial (IA) para a mitigação e adaptação às alterações climáticas.

A CLI oferece suporte a vários casos de uso e fornece uma plataforma para testar inovações digitais em cenários da vida real. Portanto, enfatiza o papel da DLT na expansão dos mercados de carbono e na melhoria da sua integridade ambiental.

Adkins acredita que a integração de DLT com IA está preparada para enfrentar a desinformação e os desafios de integridade de dados. Conforme o blockchain amadurece, ele antecipa a sua adoção generalizada, desbloqueando benefícios sociais e econômicos, especialmente na gestão de ativos e muito mais.

“O DLT permitirá que os desenvolvedores enfrentem desafios com dados de baixa qualidade, tendenciosos e não verificados. Ele fornece infraestruturas de compartilhamento de dados abertas a todos os pesquisadores e desenvolvedores. Além disso, garante transparência em todos os pontos do processo de entrada de dados de IA”, Adkins concluiu.

Em suma, manter-se à frente nos mercados exige um compromisso inabalável com a inovação, a governação ética e o envolvimento da comunidade. Ao abraçar os princípios do DLT, indivíduos e instituições podem garantir confiança e integridade na era digital.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Julia.png
Júlia V. Kurtz
Editora do BeInCrypto Brasil, a jornalista é especializada em dados e participa ativamente da comunidade de Criptoativos, Web3 e NFTs. Formada pelo Knight Center for Journalism in the Americas da Universidade do Texas, possui mais de 10 anos de experiência na cobertura de tecnologia, tendo passado por veículos como Globo, Gazeta do Povo e UOL.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados