Polygon (MATIC) rompe resistência de seis meses – Análise das melhores da semana

3 setembro 2022, 09:00 -03
Traduzido Thiago Barboza
3 setembro 2022, 09:00 -03
EM RESUMO
  • CEL e MATIC romperam as linhas de resistência descendentes.
  • NEXO e XEC estão enfrentando resistência horizontal.
  • A LDO saiu de uma cunha descendente.
  • promo

Uma análise das cinco criptomoedas que mais aumentaram na semana entre os dias 26 de agosto a 2 de setembro, incluindo a Polygon (MATIC).

Essas criptomoedas são:

  1. Celsius (CEL): 30.11%
  2. eCash (XEC): 18.04%
  3. Polygon (MATIC): 9.74%
  4. Nexo (NEXO): 8.31%
  5. Lido DAO (LDO): 5.38%
  • Ficou com alguma dúvida? O BeInCrypto tem um glossário que pode ajudar a responder a suas dúvidas em relação ao mundo cripto!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedas. Confira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter, Instagram e Facebook.

CEL

Em 28 de agosto, o CEL saiu de uma linha de resistência descendente que estava em vigor desde 15 de agosto. Começou um movimento ascendente depois e até agora atingiu uma alta de US$ 1,67 em 2 de setembro, antes de ser rejeitado pela área de resistência de US$ 1,65 ( ícone vermelho).

Ainda não é certo que o movimento descendente é corretivo ou se é o início de um novo impulso. Um aumento acima das mínimas de US$ 2,16 (linha vermelha) confirmaria que a queda foi corretiva e que o CEL agora iniciou um novo movimento ascendente. Nesse caso, a próxima resistência mais próxima seria de US$ 3.

CEL
Gráfico CEL/USD por TradingView

XEC

O XEC está subindo desde 12 de maio. Desde então, ele fez três tentativas de se mover acima da área de resistência de US$ 0,000057 (ícones vermelhos), todas sem sucesso.

Como as resistências ficam mais fracas cada vez que são tocadas, um eventual rompimento dessa resistência seria o cenário mais provável.

XEC
Gráfico XEC/USDT por TradingView

MATIC

A MATIC vem caindo abaixo de uma linha de resistência descendente desde o início do ano. O movimento descendente levou a uma mínima de US$ 0,31 em 18 de junho.

O preço vem subindo desde as mínimas e saiu da linha em 8 de julho.

Desde então, fez duas tentativas de sair da área de resistência de US$ 1,05 (ícones vermelhos), ambas sem sucesso.

Uma quebra acima desse nível provavelmente levaria o MATIC para a próxima resistência em US$ 1,40.

MATIC
Gráfico MATIC/USDT por TradingView

NEXO

O NEXO está subindo desde 30 de junho. Em 11 de agosto, conseguiu romper uma linha de resistência descendente. Depois de validar a linha como suporte cinco dias depois, o preço acelerou sua taxa de aumento e fez uma tentativa mal sucedida de se mover acima da área de resistência horizontal de US$ 1,20.

Devido à falta de resistência acima, espera-se que um movimento decisivo após essa área acelere a taxa de aumento.

NEXO
Gráfico NEXO/USDT por TradingView

LDO

A LDO vinha caindo dentro de uma cunha descendente desde 8 de agosto. A cunha é considerada um padrão de alta, o que significa que uma quebra seria o cenário mais provável.

A LDO conseguiu sair em 31 de agosto, mas ainda não iniciou um movimento ascendente significativo. Se isso acontecer, a principal área de resistência seria de US$ 2,32, criada pelo nível de resistência de retração 0,5 de Fibonacci e uma área de resistência horizontal.

LDO
Gráfico LDO/USDT por TradingView

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.