Ver mais

Pantera Capital expande suas participações na Toncoin (TON)

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • A Pantera Capital levanta fundos para expandir as participações da Toncoin, demonstrando forte confiança em seu crescimento.
  • Os investidores são convidados a participar da iniciativa TON com um aporte mínimo de US$ 250.000 até 21 de junho.
  • A TON teve um crescimento impressionante, com 32 milhões de holders e um volume de transferências de US$ 5 a 10 bilhões.
  • promo

A Pantera Capital está levantando fundos para investir na Toncoin da The Open Network (TON), sinalizando uma forte confiança no futuro do token.

Assim, a nova iniciativa pretende atrair investimentos substanciais e expandir as participações da Pantera em tokens TON.

Pantera Capital aumentará as participações em Toncoin

Um e-mail da Pantera Capital para potenciais investidores descreve os detalhes. Em suma, ele os convida a participar da “Oportunidade de Investimento TON” da Pantera até 21 de junho, com um aporte mínimo de US$ 250.000 por investidor.

Esse movimento ocorre após o maior investimento da Pantera na TON, que foi executado em março com um desconto significativo. Portanto, a decisão da empresa de dobrar a aposta na Toncoin reflete sua posição otimista no potencial de crescimento do token.

“Acreditamos que a rede TON ainda está em seus estágios iniciais, e estamos animados para testemunhar a adoção de seu ecossistema e novos recursos pela base de usuários do Telegram. Em sua essência, o Telegram incorpora o ethos de cripto: uma rede aberta, gratuita e acessível a todos. Com a TON, o Telegram alcança uma relação simbiótica em que a funcionalidade de contrato inteligente escalável e uma rede de pagamentos robusta permitem recursos inovadores que eram inatingíveis no ambiente Web2”, disse Ryan Barney, sócio da Pantera, no mês passado.

Da mesma forma, o analista cripto Marteen acredita que a TON teve um crescimento impressionante, com várias métricas importantes destacando sua crescente popularidade.

Por exemplo, o volume de transferência da TON indica que a rede atingiu cerca de 10% da capacidade do Bitcoin. Atualmente, o volume varia entre US$ 5 bilhões e US$ 10 bilhões, um feito relevante para uma criptomoeda com quatro anos de idade. Além disso, o número de detentores de TON on-chain aumentou de 2,9 milhões para 32 milhões no último ano.

“As métricas on-chain da TON estão ficando parabólicas!… Atualmente, há 32 milhões de detentores, contra 2,9 milhões há um ano. Isso representa um aumento de 10 vezes em apenas um ano, ressaltando a crescente popularidade do TON-Token”, escreveu Marteen.

Detentores de TON
Holders de TON. Fonte: CryptoQuant

O recente aumento da atividade na rede TON também é digno de nota. A Toncoin ultrapassou o Ethereum em endereços ativos diários em 10 dos últimos 11 dias. O aumento é parcialmente atribuído à vasta base de usuários do Telegram. Assim, os 900 milhões de usuários ativos tem sido um fator determinante para o aumento do engajamento dos usuários da TON.

Apesar desses desenvolvimentos promissores, alguns analistas debatem a sustentabilidade a longo prazo do crescimento da TON em comparação com o ecossistema estabelecido e as soluções de escalabilidade do Ethereum. A rede Ethereum continua forte, com ampla infraestrutura e uma forte base de usuários, o que representa um desafio para a expansão contínua da TON.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

Thiago-Barboza-red1.png
Thiago Barboza
Thiago Barboza é graduado em Comunicação com ênfase em escritas criativas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Em 2019 conheceu as criptomoedas e blockchain, mas foi em 2020 que decidiu imergir nesse universo e utilizar seu conhecimento acadêmico para ajudar a difundir e conscientizar sobre a importância desta tecnologia disruptiva.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados