Ver mais

PancakeSwap: proposta pretende reduzir oferta da CAKE em 40%

1 min
Por Harsh Notariya
Traduzido Anderson Mendes

Uma proposta visa reduzir a oferta máxima da CAKE, token nativo da PancakeSwap, de 750 milhões para 450 milhões.

A alta inflação simbólica despencou drasticamente o preço da criptomoeda durante o último inverno cripto. Consequentemente, a comunidade da exchange descentralizada (DEX) direcionou o token para um novo modelo deflacionário no início deste ano.

Comunidade PancakeSwap deseja redução drástica da oferta

Nesta quinta-feira (28), a PancakeSwap propôs reduzir a oferta máxima de CAKE em mais de 40%. A proposta explica:

“Com uma oferta total atual de 388 milhões de CAKE, a Kitchen acredita que este limite novo e mais baixo será suficiente para ganhar participação de mercado em todas as cadeias e sustentar o modelo veCAKE.”

Até agora, mais de 354 mil usuários votaram a favor da proposta. O processo de votação terminará na manhã da próxima sexta-feira.

Fonte: Official Website

Leia mais: 4 criptomoedas que podem atingir novas máximas em julho de 2024

Alta inflação

A inflação da CAKE foi um dos principais pontos fracos pela sua comunidade. Portanto, a equipe conduziu grandes desenvolvimentos em 2023.

Entre eles está uma atualização V3 em abril, que reduziu significativamente a criação de novos tokens. A equipe planejou uma redução de oferta de 45% na cadeia BNB e uma redução de 32% na rede Ethereum.

No entanto, a PancakeSwap também recebeu críticas por atualizar para V3 ao bifurcar o código V3 da Uniswap. A comunidade estava preocupada que a bifurcação frequente fizesse com que todos os aplicativos de finanças descentralizadas (DeFi) parecessem iguais.

No fechamento da matéria, a CAKE era negociada a US$ 3,84, com uma valorização de mais de 6% nas últimas 24 horas.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados