Ver mais

Operação Corisco Turbo deflagra rede criminosa que usava criptomoedas

2 mins
Atualizado por Thiago Barboza

EM RESUMO

  • Receita Federal, em ação com a Polícia Federal, deflagrou em 10 de julho a Operação Corisco Turbo. Mais de R$ 1,6 bilhão forma enviados ao exterior.
  • Os investigadores encontraram evidências de lavagem de dinheiro e evasão de divisas através de doleiros e transferências de criptomoedas.
  • Nome da operação, Corisco Turbo, faz referência ao modelo do avião apreendido no Aeródromo Botelho, em São Sebastião, em fevereiro de 2022, que deu origem às investigações.
  • promo

Receita Federal e Polícia Federal realizaram juntas a Operação Corisco Turbo contra uma organização criminosa que usava criptomoedas com a finalidade de evadir divisas e lavar dinheiro.

Conforme as autoridades, os acusados importavam mercadorias estrangeiras sem pagar os tributos brasileiros.

Esquema funcionava dividido em setores e enviou mais de R$ 1,6 bi ao exterior

As investigações apontam que a organização criminosa se subdividia em núcleos responsáveis pela negociação e venda de produtos eletrônicos, transporte/armazenamento, constituição de empresas fictícias, envio de dinheiro para o exterior e receptação dos produtos para revenda em comércios, detalha o comunicado da operação.

A operação Corisco encontrou evidências de lavagem de dinheiro e evasão de divisas via doleiros e transferências de criptomoedas.

Há suspeitas de que mais de R$ 1,6 bilhão foram enviados ilegalmente ao exterior e que mais de 500 mil celulares foram introduzidos no país nos últimos cinco anos. Na imagem divulgada pela investigação é possível ver países como Estados Unidos e Paraguai envolvidos na apuração.

Imagem da Polícia Federal detalha o esquema criminoso.
Operação Corisco Turbo

Cerca de 250 policiais federais e 150 servidores da Receita Federal executaram 51 mandados de busca e apreensão em sete estados. A ação conjunta também cumpriu 25 ordens de sequestro de imóveis, 42 de veículos e bloqueou R$ 280 milhões nas contas dos suspeitos. A operação ocorreu em São Paulo, Goiás, Paraná, Santa Catarina, Maranhão, Rio Grande do Norte e Distrito Federal.

Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal do Distrito Federal, que, aliás, impôs medidas cautelares aos principais suspeitos. Os acusados estão proibidos, por exemplo, de saírem do país e do município de residência. Além disso, eles precisaram entregar seus passaportes em até 24 horas. Comparecimento mensal à Justiça Federal e proibição de contato entre os investigados também fazem parte das investigações.

Pena pode chegar a 37 anos de prisão

Assim, os suspeitos enfrentarão acusações de falsidade ideológica, descaminho, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As penas máximas chegam, por exemplo, até 37 anos de prisão.

Durante a operação, foram utilizadas 41 viaturas e um helicóptero da Receita Federal, além de 49 viaturas da Polícia Federal.

Fonte: Receita Federal. Polícia Federal e Ministério da Fazenda
Fonte: Receita Federal. Polícia Federal e Ministério da Fazenda

O nome da operação, Corisco Turbo, faz referência ao modelo do avião apreendido no Aeródromo Botelho, em São Sebastião, em fevereiro de 2022. À época a operação em flagrante deu origem às investigações.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Coinbase Coinbase Explorar
PancakeSwap PancakeSwap Até 50% APR
Margex Margex Explorar
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Aline Fernandes atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por diversas redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia dentro do pregão da BM&F Bovespa, hoje B3 -...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados