Ver mais

OpenSea é criticada por novo plano de royalties para criadores de NFTs

3 mins
Por Shubham Pandey
Traduzido Anderson Mendes

EM RESUMO

  • A OpenSea está planejando uma “abordagem ponderada e baseada em princípios” para impor pagamentos de taxas de criadores.
  • Os criadores de NFT levantam preocupações após o anúncio.
  • O volume de negociação da OpenSea permanece baixo.
  • promo

O maior marketplace de NFTs, OpenSea, incorporou etapas para ajudar os criadores em relação a taxas e royalties, enquanto os mercados rivais cortam as taxas dos criadores ou as tornam opcionais. No entanto, a recepção às mudanças foi hostil.

A OpenSea, por meio de uma publicação na sua conta no Twitter no último domingo (6), finalmente comentou sobre a discussão em andamento sobre royalties ou taxas definidas pelos criadores.

“Houve muita discussão nos últimos meses sobre modelos de negócios para criadores de NFT e se as taxas do criador (“royalties”) são viáveis. Dado nosso papel no ecossistema, queremos adotar uma abordagem ponderada e baseada em princípios para esse tópico e liderar com soluções.”

OpenSea: abordagem ‘Para os criadores, pelos criadores’

O principal mercado de NFTs tomou medidas para adotar uma “abordagem ponderada e baseada em princípios” para impor pagamentos de taxas de criadores. A empresa, em um blog post blog, escreveu:

“Está claro que muitos criadores querem a capacidade de impor taxas na rede; e fundamentalmente, acreditamos que a escolha deve ser deles – não deve ser uma decisão tomada por eles pelos mercados.”

Para fazer isso, a OpenSea planeja implementar uma ferramenta para aprimoramentos on-chain das taxas dos criadores para novas coleções a partir de terça-feira (8). Isso “equilibraria a balança, colocando mais poder nas mãos dos criadores”. Portanto, equipando-os com mais ferramentas para controlar seu modelo de negócios.

A OpenSea não fará nenhuma alteração nas coleções de NFTs existentes (ainda). Ela incorporará comentários adicionais da comunidade (para criar uma política de longo prazo) e lançará quaisquer alterações em algum momento após 8 de dezembro.

Mas este não será um passeio fácil, como afirmou o cofundador e CEO da OpenSea, Devin Finzer, no blog post. O teste de um mês ajudará o mercado a decidir se cortará as taxas dos criadores a longo prazo ou mudará para um sistema de royalties opcional.

  • Não entendeu algum termo do universo Web3? Confira no nosso Glossário!
  • Quer se manter atualizado em tudo o que é relevante no mundo cripto? O BeInCrypto tem uma comunidade no Telegram em que você pode ler em primeira mão as notícias relevantes e conversar com outros entusiastas em criptomoedasConfira!
  • Você também pode se juntar a nossas comunidades no Twitter (X)Instagram e Facebook.

Comunidades mostra insatisfação

A mudança veio em um momento de maior caos. Os mercados NFT, como o Magic Eden da Solana (SOL), em outubro, mudaram para um modelo de royalties “opcional”. Nesse plano, compradores e vendedores podiam escolher o percentual de corte da venda devolvido ao artista original.

Os criadores foram rápidos em levantar suas preocupações. Por exemplo, um artista NFT chamou de um dia triste para Solana, afirmando até que a referida atualização “mataria nosso projeto”.

Narrativas semelhantes foram levantadas sobre os passos ambíguos da OpenSea. No entanto, Finzer lançou alguma luz sobre a necessidade por trás disso. Ele disse:

“Ficou claro que a mecânica atual de aplicação de taxas de criador não é sustentável – não para os mercados que as aplicam e, mais importante, não para os próprios criadores.”

A OpenSea, que já dominava a participação do mercado de NFTs, viu seu volume de negociação cair para uma mínima significativa. O volume de negócios da empresa diminuiu 94% desde que atingiu uma alta histórica de US$ 4,8 bilhões em janeiro.

O motivo por trás da taxa de criação foi aumentar seu volume de vendas em declínio? Bem, “Bobby Hundreds” Kim, cofundador da marca de moda The Hundreds e do projeto Adam Bomb Squad NFT certamente pensa assim:

“Lembre-se por que tudo isso está acontecendo: a OpenSea está perdendo participação de mercado para outros mercados que estão extirpando os royalties dos criadores. Portanto, esta solução é uma proposta de valor conveniente. Ele bloqueia seus concorrentes E garante que os artistas em sua plataforma sejam pagos em vendas secundárias.”

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024
Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

4d198a1c7664cbf9005dfd7c70702e03.png
Anderson Mendes
Membro ativo da comunidade de criptoativos e economia em geral, Anderson é formado pela Universidade Positivo, e escreve sobre as principais notícias do mercado. Antes de entrar para a equipe brasileira do BeInCrypto, Anderson liderou projetos relacionados à trading, produção de notícias e conteúdos educacionais relacionados ao mundo cripto no sul do Brasil.
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados