Ver mais

Opções DeFi e Cripto devem crescer em 2023, diz relatório

2 mins
Por Nicholas Pongratz
Traduzido Aline Fernandes

EM RESUMO

  • A empresa de pesquisa de ativos digitais Reflexivity Research publicou recentemente seu relatório anual e uma visão geral do mercado.
  • Apesar dos grandes contratempos, os mercados criptos também experimentaram desenvolvimentos e avanços em 2022, como o Merge da Ethereum.
  • Enquanto isso, o relatório antecipa um ano próspero de opções para as finanças descentralizadas e criptomoedas.
  • promo

O mercado de opções em finanças descentralizadas (DeFi) e criptomoedas devem ter um ano de destaque, de acordo com um relatório recente.

A empresa de pesquisa de ativos digitais Reflexivity Research publicou recentemente sua revisão anual de 2022 e a perspectiva futura de 2023. Parte da revisão anual atribuiu as turbulências nos mercados cripto no ano passado ao aumento global da inflação. O subsequente aumento nas taxas de juros fez com que os investidores fugissem de ativos mais arriscados, como as criptomoedas. A derrocada dos preços dos criptoativos causou a falência de várias empresas e levou a revelações de fraude.

Ao detalhar os colapsos de TerraUSD, Celsius, Three Arrows Capital e FTX, o relatório também destacou vários desenvolvimentos. No ano passado, bridges e aplicativos cross-chain se destacaram, enquanto o Ethereum alcançou sua tão esperada atualização com o Merge . Após um ano forte, o relatório espera menos desenvolvimento nesses setores em 2023. Enquanto isso, após um ano difícil, o relatório antecipa condições de mercado maduras para outros setores.

Desenvolvimentos DeFi

Após “ciclos de hype extremamente vibrantes e de curta duração” em 2020 e 2021, DeFi “teve um 2022 relativamente sem brilho”. De um valor de US$ 200 bilhões no início do ano passado, o valor total bloqueado em DeFi caiu para US$ 44 bilhões no final do ano.

No entanto, como a confiança nas exchanges centralizadas sofreu um golpe, o relatório prevê que os investidores serão atraídos para alternativas descentralizadas. Também espera a expansão de inovações bem-sucedidas, como “empréstimos subcolateralizados, derivativos on-chain, estratégias de provisão de liquidez passiva e o aumento de produtos que oferecem rendimento real”. 

No entanto, um ambiente difícil em todos os mercados devido a preocupações macroeconômicas provavelmente impedirá o DeFi TVL de atingir novas máximas neste ano. Durante esse período, o relatório acredita que poderia voltar a US$ 75 bilhões ou US$ 100 bilhões.

Opções cripto

Embora os swaps perpétuos tenham se tornado o derivativo cripto favorito no ano passado, o relatório augura o aumento das opções cripto. Durante o boom das criptomoedas ao longo de 2021, mais de 9,87 bilhões de contratos de opções foram negociados nos mercados de ações. Nesse mesmo ano, os volumes de opções ultrapassaram pela primeira vez o volume de negociação à vista, enquanto US$ 450 bilhões de volume por dia vieram apenas de opções.

O relatório destaca que a grande maioria das negociações de opções criptos ocorre na exchange centralizada Deribit. No entanto, os US$ 20 milhões em volume diário empalidecem em comparação com os US$ 400 milhões em contratos diários em aberto registrados por Laevitas. O relatório diz que essa “enorme lacuna a ser preenchida” pode ser atribuída a “um flagrante falta de infraestrutura e disponibilidade”. Consequentemente, a expectativa é de um boom desses empreendimentos neste ano.

Melhores plataformas de criptomoedas | Junho de 2024

Trusted

Isenção de responsabilidade

Todas as informações contidas em nosso site são publicadas de boa fé e apenas para fins de informação geral. Qualquer ação que o leitor tome com base nas informações contidas em nosso site é por sua própria conta e risco.

aline.jpg
Aline Fernandes
Apaixonada pelo que faz, Aline Fernandes é uma profissional que atua há 20 anos como jornalista. Especializada nas editorias de economia, agronegócio e internacional trabalha na BeINCrypto como editora do site brasileiro. Já passou por quase todas as redações e emissoras do país, incluindo canais setorizados como Globo News, Bloomberg News, Canal Rural, Canal do Boi, SBT, Record e Rádio Estadão/ESPM. Atuou também como correspondente internacional em Nova York e foi setorista de economia...
READ FULL BIO
Patrocinados
Patrocinados